Cães recuperam presidiárias e auxiliam deficientes

A situação dos animais abandonados, dos deficientes físicos e das presidiárias, poderá mudar a partir do momento , que houver o interesse em integrá-los dentro do contexto social. O Centro de Correção para Mulheres,presídio de segurança máxima, locali

  
  

A situação dos animais abandonados, dos deficientes físicos e das presidiárias, poderá mudar a partir do momento , que houver o interesse em integrá-los dentro do contexto social.

O Centro de Correção para Mulheres,presídio de segurança máxima, localizado em Purdy(E.U.A), desenvolve um trabalho inédito de treinamento de cães para auxiliar os deficientes físicos.

Os animais, vindos geralmente de abrigos,recebem os cuidados necessários e muito carinho, servindo de estímulo para que as detentas descubram um novo sentido para a vida ,se sintam úteis e recuperem a auto estima, além de propiciar aos deficientes maiores facilidades no dia-a dia, com os cães a seu lado.

O treinamento começa com comandos simples: sente,pare e venha.Depois as detentas ensinam aos cães a acender e apagar luzes, a apoiar pessoas que andam com bengalas, retirando roupa de secadora e colocando em cestas, entre outras tarefas.

O trabalho do canil da prisão ocorre pela manhã, quando são limpos e oferecida a alimentação para dezenas de cães e alguns gatos hospedados no local por seus proprietários.

O dinheiro arrecadado com o pagamento pela hospedagem associado as constribuições e doações,sustentam o programa,sem fins lucrativos. Treinar um cão custa cerca de US$ 5 mil para trabalho específico e os deficientes que os recebem pagam apenas US$ 25 de taxa de inscrição.

Os animais que não tem temperamento para completar os oito meses de treinamento são adotados pela comunidade como bichos em liberdade condicional.

Em Washington a taxa de reincidência entre os participantes deste programa é zero.

Prisões em Nova York, Ransas, Flórida, Maine, Ohio, Oklahoma, Connecticut, Massachusetts e Winscosin, iniciaram programas similares e outros Estados estão estudando a implantação e, salientam que este é o melhor caminho para a instituição correcional.

O trinômio: animais abandonados, deficiente físicos e presidiárias possuem a mesma essência, a necessidade de se sentirem aceitos e amados.A mudança que ocorre na vida deles com esta reciprocidade, demonstra que a verdadeira liberdade nasce no amor.

A solução sempre existe, basta tentar enxergá-la com os olhos do coração.Aqui, três problemas se transformaram numa maravilhosa solução.

  
  

Publicado por em