Hotéis, no Brasil e no exterior, oferecem um atendimento especial aos pets

Para o animal, não importa o local, o importante é estar ao lado de um dono responsável, capaz de retribuir seu amor incondicional.

  
  

Viajar para uma paradisíaca praia ou para o exterior, era um sonho impossível para quem não consegue se separar do seu animal de estimação. A dificuldade em encontrar um hotel que aceite hóspedes acompanhados por animais, já fez muitas pessoas desistirem de gozar as merecidas férias.

Atualmente, o mercado de serviços dirigidos aos animais domésticos está cada dia mais sofisticado. Movidos pela concorrência, os hotéis, no Brasil e no exterior, oferecem um atendimento especial aos pets, buscando satisfazer as necessidades do hóspede que deseja propiciar ao seu animal o que há de melhor, desfrutando da viagem ao lado do seu melhor amigo, com conforto, elegância e segurança.

Quanto mais luxuoso for o hotel, mais atenção será dedicada ao animal. O hotel Pierre de Nova York criou uma recepção diferenciada para o "check-in de cães". Na entrada os cães são saudados com um biscoito em forma de osso e com o nome do hóspede gravado. A comida poderá ser escolhida a partir de um cardápio especial e será servida em pratos de porcelana com motivos caninos.

Em Nova York, outra opção é o cinco estrelas Plaza Athénée, que aceita animais de até 25 kg. Ficam nos quartos e suítes, em espaçosas camas, com almofadas decorativas. Na antesala,sobre um tapete, encontram água e alimentos.

A Starwood Hotels and Resorts, empresa americana detentora do Sheraton, Westin e W , desde 2003 , passaram a aceitar cães, com direito a massagem de uma hora com terapeuta especializado em animais.

O hotel Sutton Place, de Vancouver, oferece refeições para os cães e gatos dos hóspedes, com variedade de escolha, que vai do Alberta Tbone Steak ao filé de atum grelhado e coberto com uma camada de caviar. Para matar a sede , é servido água Evian. Na hora de dormir, os gatos recebem pipoca com essência de anchova, com direito a histórias de ninar. Passeios, também estão disponíveis.

O hotel Lãs Ventanas al Paraíso, na região de Los Cabos, no México, tem intensificado seu atendimento aos animais domésticos dos hóspedes, oferecendo tratamento de spa.

O Trianon Palace, de Versalhes , oferece acomodação com cesto e cobertor de grife, além de serviço de quarto , lenços umedecidos, xampu , opções de “pratos, etc...

No Crillon , na França , um veterinário bilíngüe atende os clientes. No Lancaster, o animal dorme em cama assinada pelo designer Philippe Plein. Em Nice, no Hotel Negresco, os animais podem ficar junto do proprietário, em seu apartamento.Um aviso é colocado na porta para informar aos funcionários a sua presença.Recipientes de água e alimentos ficam á disposição sobre um tapete.Diante da solicitação do hóspede, o concierge passeia com os pets.

Na Costa Rica, o Water Club, permite que o cão envolva suas patas em açúcar colorido para assinar a "ficha de hóspede", depois ele pode se deliciar, lambendo-as. Inclui acomodação e brinquedinhos; serviço de quarto em comedor de prata e, até uma"babá".

Localizado diante do Mar de Cortez, o One & Only Palmilla, em Los Cabo, o serviço que dispensa aos animais começa no aeroporto, onde são recebidos com água e lanches.São fotografados e recebem um documento, facilitando aos profissionais a identificação, até mesmo em caso de incidentes.

Neste resort, sob orientação de seu proprietário, recebem cama, ração e brinquedos personalizados. Mediante solicitação, poderão saborear arroz com batata soutê, salmão ou frango orgânico assado com hortaliças. Durante o dia, estão a disposição passeadores e se preferirem, depois de um mergulho na piscina poderão descansar á sombra de um guarda-sol.

Estes exemplos serviram de alerta para a hotelaria brasileira , que passou a se preocupar com este público que cresce a cada ano no mundo todo. Para garantir a harmonia no convívio social, além da infraestrutura adequada, existem regras.Quando o hóspede realiza a reserva , já menciona que estará acompanhado de seu animal de estimação. Normalmente, o acesso a piscinas, restaurante, wellness center, etc...não é permitido, atendendo a recomendação da Vigilância Sanitária. Nas demais áreas, podem passear, desde que estejam com coleira e guia. As fezes devem ser imediatamente comunicadas aos funcionários para serem retiradas. Alguns meios de hospedagem contam com um veterinário no local e outros mantêm convênios com petshops.

Em São Paulo, o Unique Garden Hotel&Spa, localizado no Parque Estadual da Cantareira tem satisfação em acomodar os animais, possibilitando mante-lo na sua rotina alimentar, pois prepara o cardápio indicado pelo proprietário. Dispõe de consultório veterinário e tratadores para banho, tosa e passeios. No canil, os animais de porte grande ficam em baias individuais e brincam nos ambientes coletivos. Os pequenos e médios, acompanham o hóspede aos chalés ou ás suítes.O "pet kit" inclui cama macia, recepientes de ração e de água, brinquedo e sacos de higiene. Quando o hóspede e seu pet deixam o hotel, o apartamento é higienizado e, depois inspecionado. O próximo cliente jamais perceberá que lá esteve um animal.

A rede Blue Tree recebe animais de companhia de porte pequeno e médio, no Towers Berrini, em São Paulo. Situado próximo da marginal Pinheiros, dos aeroportos de Congonhas e Guarulhos.Destina um andar para os pets e oferece o pacote "Meu Melhor Amigo" que inclui um "kit dog". Quando solicitado , dispõe de casinhas e outros mimos.

Em Porto Alegre (RS),o Blue Tree Towers tem parceria com um petshop , localizado nas imediações. O hóspede mantém contatos com a equipe de profissionais desse estabelecimento que se responbiliza pelos cuidados com o animal.

Em Gravataí (PE), o Oásis Hotel e Spa, permite que o hóspede leve a bagagem do animal(caminhas, recepientes para alimentação e água), além de manter parceria com um petshop, garantindo assistênncia, banhos,rações,etc...Anualmente cerca de 15% dos hóspedes levam seus cães , informa a proprietária Ana Cláudia Correia de Araújo.

No Rio de Janeiro, o Copacabana Palace, também hospeda animais de porte pequeno.

Outras opções no Brasil:

Destino Serra:

- Itapecerica da Serra (SP) - Hotel Terras Altas

- Petropólis (RJ):Locanda della Mimosa

Destino Praia :

- Aracaju(SE):Resort Hotel da Ilha ( 12 canis individuais)

- Arraial dAjuda (BA):Solar das Campinas

- Camboriú (SC):Villa do Mar (apenas cães pequenos e médios)

- Itajaí (SC) : Reese MarinerPlaza ( canis individuais e com ar condicionado)

- Natal (RN): Pousada Pontal do Atlântico

- Parati: Pousada das Canoas

- Porto Seguro (BA): Monte Pascoal

- Ubatuba (SP): Hotel Vila di Capri (aceita animais de pequeno porte dentro dos apartamentos)

Destino Lazer:

- Campo Limpo Paulista (SP) : Pousada do Marc

- Campos do Jordão(SP): Chris Hotel (cães de pequeno porte e gatos podem ficar dentro dos apartamentos)

- Itatiba (SP) : Sete Voltas

- Monte Verde (MG): Chalés das Araucárias (apenas cães de pequeno porte)

- Penedo (RJ): Pousada Challenge(animais de pequeno porte, que podem permanecer dentro dos chalés com os hóspedes)

- Visconde de Mauá(RJ): Hotel Casa Alpina (cães de pequeno porte apenas dentro dos chalés)

Destino Estância hidromineral :

- Poços de Caldas: Hotel Varandas do Sol (aceita cães de pequeno porte, sómente nos chalés)

- Salinopólis (PA)

Outros:

- Avaré (SP): Hotel Villa Verde (aceita animais nos quartos, inclusive porte grande)

-Itamaraju (BA) : Monte Pascoal

- Jaciara (MT): Taba

- Jundiaí (SP): Grande Hotel

- Jarinu (SP): Pousada do Marc (aceita cães de grande e pequeno porte em seu canil)

- Guaratingueta(SP): Del Valle Avenue

- Lorena (SP) : Valle Hotel

- Marília (SP): Sun Valley Park

- Pelotas(RS): Plaza Ipiranga

- Curitiba (PR): Hotel Paraná Suíte (aceita animais de pequeno porte dentro dos quartos)

- São José dos Pinhais - Hotel Paraná Golf (aceita animais de pequeno porte dentro dos quartos)

- Rio de Janeiro: Hotel Meridien Copacabana (somente cães de pequeno porte,dentro dos apartamentos)

Para o animal, não importa o local, o importante é estar ao lado de um dono responsável, capaz de retribuir seu amor incondicional.

Visite : www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em

Gilberto ferreira

Gilberto ferreira

19/10/2011 12:32:52
No dia 24/08/2011 escrevi pedindo a quem puder me ajudar, pois estou querendo ir de carro do rio de janeiro a cidade de Natal parando de 500km em 500km para pernoitar.

Desde já fico muito agradecido a quem puder me ajudar me fornecendo locais onde ficar hospedado junto com o meu cãozinho.

Gilberto

Gilberto

24/8/2011 19:50:59
Quero ir do Rio de Janeiro a cidade de Natal RN de carro e levar junto comigo no passeio meu cãozinho.Se alguem puder me ajudar me fornecendo nomes de pousadas que aceita eu me hospedar com o meu cãozinho que me ajude desde ja muito grato....

Vininha F. Carvalho

Vininha F. Carvalho

Acesse o link : [[http://www.animalivre.com.br/home/default.asp?tipo=noticia&id=3202|]]
Ana

Ana

6/6/2011 01:53:08
Já convivo com a problemática de alojar animais junto com seus donos há mais de 10 anos, primeiro na Europa e há 2 anos aqui no Brasil, em Prado, na costa sul da Bahia e nunca tive problema algum com estragos. Uma vez por outra, um cãozinho mais animado lá incomodava um pouco mas nada que não se resolvesse com compreensão de todos. Aqui na Pousada Aquavilla os nossos clientes podem trazer os seus animais de companhia com eles sem qualquer problema nem custos adicionais. Não somos uma unidade como as acima descritas, com atendimento de luxo mas, em contrapartida, temos um amor incondicional para dar.

Vininha F. Carvalho

Vininha F. Carvalho

O amor incondicional é um grande diferencial ( até rimou) . Parabéns pelo serviço oferecido aos nossos queridos animais.
Flávio Araújo

Flávio Araújo

21/2/2010 13:52:26
Está faltando visão empresarial. O mercado está aí, amplo e irrestrito.Hotéis, pousadas e restaurantes, que aceitam animais estão sempre cheios, é só divulgar. Tudo é uma questão de bom senso (dos donos) e educação (dos animais).O Rei das Cochinhas (Gravatá-PE),possui uma área destinadas aos animais,(parada obrigatória)nossa, e é claro, da nossa CADELA.

Isabela

Isabela

12/2/2010 22:52:15
Acredito que em alguns passeios seria impossivel levar o cao e portanto o mais recomendado, na minha opinião, eh procurar um hotel para caes. Um que tenha diversao pro cao (e nao pro dono). Sempre que viajo deixo meu cachorro no hotel para caes Vovo Querida. Assim como eu, o Zack fica feliz, revigorado e (as vezes) nem quer voltar pra casa...hehehehe.
Eles mandam as fotos por e-mail o que ajuda a matar um pouquinho da saudade.
Pelo cao, acredito que seja muito mais divertido "passear" em um lugar proprio para ele, pra mim, sinto a falta dele, porem sei que minhas recreações seriam limitadas com um Golden Retriever ao lado. Abracos.

Alencar

Alencar

11/2/2010 14:22:47
Como proprietário de Pousada também me preocupo com os animais. Por conta de problemas já vividos, construí inclusive, dois canis próximos as casas. Mas infelizmente os hóspedes que querem trazer cães, não querem saber de utilizá-los. Querem ficar com os animais no prório ap. Se o bichinho roesse o pé da cama ou urinasse no colchão, será que esse dono aceitaria comprar uma peça nova? É muito provavel que não e sim saisse bem de fininho, fingindo ignorância. Para tentar solucionar o problema estou pensando em reservar uma acomodação especial para donos responsáveis, para os quais não importa o local e sim o importante é estar ao lado de seu animal, capaz de retribuir seu amor incondicional. Terá que ficar claro, no entanto, que prováveis odores, remendos e arranhões poderão ser encontrados, afinal os animais não dominam seus instintos. Você já viu, por exemplo, uma cadelinha tomando anticoncepsional por conta própria?
Sempre tive cães e nunca tive esse tipo de problemas. Os meus são adestrados e criados com muito amor, mas como cães.

Vininha F. Carvalho

Vininha F. Carvalho

Sua proposta é muito sensata. Agindo assim, estará evitando constrangimentos desnecessários e, o que é pior, perdendo um cliente.Os animais refletem a educação que recebem e nem todos são privilegiados, ou seja, tem um dono capaz de adestra-lo.Normalmente, os animais que frequentam hotéis não causam problemas.
Lucia

Lucia

2/2/2010 16:11:24
Deveria ter mais hotéis com esse propósito. É muito complicado viajar e deixar nossos animais. Já deixei de fazer vários passeios, porque não consigo deixar a minha cachorra em hotéis p/cães. Ela fica sem comer o tempo todo que estou viajando.

Vininha F. Carvalho

Vininha F. Carvalho

Receber hóspedes acompanhados de seus animais é agregar valores, é criar um vínculo de amizade com o cliente, que sempre retorna ao empreendimento.