Natal....tempo de demonstrar o amor pelos animais !

Presentear um animal sem cautela é a principal causa do grande número de animais abandonados.

  
  

No dia 25 de dezembro é comemorado o Natal, data em que muitas pessoas realizam comemorações festivas Na fase dos preparativos é preciso ter redobrado o cuidado com os animais de estimação. Desde a montagem da árvore de natal é necessário ficar alerta , impedindo que eles consigam mastigar ou se machucarem com os enfeites.

A árvore de natal acesa desperta muita curiosidade nos animais e, pode provocar um choque elétrico, se for tocada de maneira inadequada, ou seja, é preciso colocá-la longe do acesso das patinhas , principalmente dos gatos.

As fitas dos embrulhos e as meias onde se colocam os presentes, também representam um perigo para o cão ou gato. Se engolidas causam transtornos gastrointestinais, que, em casos extremos, precisarão até de cirurgia para retira-las, correndo risco de perder a vida..

A chegada dos convidados para a festa pode alterar o comportamento do animal, onde mesmo os mais dóceis, podem se tornar agressivos diante de pessoas estranhas ao seu convívio. A melhor maneira de garantir ao seu animal de estimação um feliz natal é mantê-lo longe das festas e na sua rotina alimentar.

O costume de oferecer os restos da mesa pode resultar em sérios problemas de saúde.Ossos de frango, de porco, de carneiro e caroços de frutas, especialmente de pêssego, pode causar obstruções e perfurações no intestino.

Outro descuido sério é permitir a ingestão de bebidas alcoólicas. Uma pequena quantidade de cerveja, por exemplo, em muitos casos é suficiente para causar coma e morte rápida. Os bombons, também , oferecem um grande risco á saúde, assim como comidas gordurosas : farofas, rabanadas, entre outras.

Um outro grande erro cometido neste período é escolher o presente de forma impulsiva , tendo como alternativa tanto para agradar crianças e adultos, dar um animal de estimação .

É preciso agir de forma responsável , levando em consideração o tempo que o presenteado precisará dedicar e a condição financeira para mantê-lo saudável, gerando gasto com alimentação e cuidados veterinários .

Assim, antes de tomar essa decisão, é preciso ter consciência de suas necessidades primárias como espaço, alimentação, lazer e conhecer o comportamento da espécie.. Eles não são brinquedos, jamais devem ser descartados . É imprescindível que todos estejam de acordo com a presença do animal no ambiente , para que a convivência seja harmoniosa.

O número de animais abandonados tem um aumento relevante no período de dezembro a fevereiro. As pessoas que não estão dispostas e, nem tem paciência para ensiná-lo a se comportar, ficam contrariadas por ter a rotina alterada com a presença do animal, e de maneira cruel soltam o animal na rua ou se descuidam e, eles acabam fugindo, por não se sentirem amados naquele local.

Presentear um animal sem cautela é a principal causa do grande número de animais abandonados. Por isto , antes de presentear alguém como um animal, reflita se este presente terá um futuro garantido

Animais não são mercadorias, mas seres dotados de sentimentos. Eles necessitam dar e receber muito amor e carinho. Devem ser respeitados e considerados como amigos muito fiéis. Entre os cães e gatos , existem inúmeras raças, cada uma tem sua peculiaridade e isto deve ser analisado na hora da aquisição.

Alguns se adaptam melhor à pessoas ativas e outras são excelentes para companhia, podendo permanecer ao lado do dono simplesmente observando-o. O estimulo á adoção , também , é uma ótima opção, representa um ato de amor sem preconceitos.

A posse responsável requer conscientização do tutor sobre a guarda, ressaltando que ter um animal de estimação é oferecer espaço em sua vida para um ser muito especial, que poderá permanecer ao seu lado por mais de dez anos, ou seja, juntos passarão vários natais.

Visite: www.animalivre.com.br

Autoria : Vininha F. Carvalho

  
  

Publicado por em