Polícia Federal lançou projeto para combater tráfico de animais

Segundo estimativas da Interpol, o tráfico internacional de animais movimenta US$ 10 bilhões por ano em todo o mundo, dos quais US$ 1,5 bilhão tem origem no Brasil. De acordo com o Departamento de Polícia Federal, a cada ano 12 milhões de animais, a maior

  
  

Segundo estimativas da Interpol, o tráfico internacional de animais movimenta US$ 10 bilhões por ano em todo o mundo, dos quais US$ 1,5 bilhão tem origem no Brasil. De acordo com o Departamento de Polícia Federal, a cada ano 12 milhões de animais, a maioria integrante da lista de espécies em extinção, são apanhados na fauna brasileira e 30% deles são enviados ao exterior.

Para enfrentar o problema, a PF - Polícia Federal lançou o projeto chamado `Operação Drake II`, que prevê uma série de ações de combate à biopirataria e ao tráfico internacional de animais.

Além de operações represivas ostensivas em portos e aeroportos, o projeto engloba a realização de campanhas de alerta e educação em todo o país. A PF também vai investir em treinamento e especialização de pessoal e em levantamentos de inteligência.

Segundo o coordenador de prevenção e repressão contra crimes ambientais da Polícia Federal, delegado Jorge Barbosa Pontes, um dos objetivos principais do projeto é `inibir e desencorajar a prática desse tipo de crime`.

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, que participou da solenidade de lançamento, considera importante a integração entre Polícia Federal e Ibama, pois reforça o combate ao tráfico de animais, mas destacou a necessidade de adesão da sociedade à campanha para que haja efeito.

“Nem a Polícia Federal nem o Ibama têm como estar em cada ponto da fronteira. É preciso a participação da sociedade no processo para que ele não fracasse”, afirmou a ministra.

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, defendeu a modificação na Lei de Crimes Ambientais para aumentar a pena por tráfico de animais silvestres. O objetivo é tornar o crime inafiançável.

A Polícia Federal anunciou, ainda, a criação de delegacias especializadas em crimes contra o meio ambiente e patrimônio histórico nas 27 unidades da federação. A primeira foi inaugurada nesta terça-feira no Distrito Federal.As 27 novas delegacias contarão com agentes treinados para bloquear furto da biodiversidade do país.

O delegado Jorge Pontes informou que, não só a repressão, mas também a campanha educativa com cartazes espalhados pelos aeroportos já têm produzido efeitos inibidores nos criminosos.

Fonte: MMA

___________________________________________

Participe do Grupo Animalivre

Envie um email em branco para:

animalivre-subscribe@yahoogrupos.com.br

  
  

Publicado por em

Alexandre DelREy

Alexandre DelREy

12/03/2009 15:13:03
A PF é o que há de melhor nessa nação.
Minha missão aqui na terra é combater os corruptos e infelizes que traficam e maltratam animais.
Começo hoje a minha caminhada para entrar nessa instituição e bater de frente com esses covardes medíocres!
A iniciativa da PF é sensacional. Vamos combater todos os desonestos desse quintal chamado Brasil!