Solidão afeta as ovelhas

Cientistas do Instituto Babraham em Londres (Inglaterra) descobriram que ovelhas, assim como humanos, precisam ver `rostos` conhecidas depois de algum tempo sozinhas. Na pesquisa, levaram-se os animais para celeiros escuros. As ovelhas ficaram sozinha

  
  

Cientistas do Instituto Babraham em Londres (Inglaterra) descobriram que ovelhas, assim como humanos, precisam ver `rostos` conhecidas depois de algum tempo sozinhas.

Na pesquisa, levaram-se os animais para celeiros escuros. As ovelhas ficaram sozinhas e, depois de algum tempo, projetaram-se numa tela imagens de cabras, ovelhas, cordeiros e outros animais, além de formas geométricas e outras figuras.

Ao longo da projeção, mediu-se o nível de estresse dos bichos, monitorando suas batidas cardíacas, inquietação e o número de vezes que baliram. Também foram feitos outros testes como o de cortisol e de adrenalina - indicadores químicos de estrese - no sangue.

As imagens de cabras e de triângulos foram as que menos inquietaram as ovelhas. E quando eram mostradas imagens de outras ovelhas, os animais acalmavam-se.

`Isso mostra que não apenas elas podem reconhecer umas às outras, o que é suficientemente interessante, mas também que têm as mesmas emoções que nós, em relação aos rostos`, defendeu Keith Kendrick, coordenador da equipe de pesquisa.

Há três anos, Kendrick provou que as ovelhas podiam reconhecer até 50 caras de ovelhas e 10 rostos humanos até dois anos depois da convivência com as pessoas e os animais das fotografias.

Além de sugerir formas de acalmar as ovelhas em caso de uma viagem, por exemplo, o estudo ainda tem uma extensão humana. Pela já comprovada similaridade entre os mamíferos, mostrar fotos de pais pode ajudar, caso tenham de ficar longe de casa.

Fonte: JB


Participe do ANIMALIVRE, o ponto de encontro das pessoas idealistas , que realmente defendem e valorizam os animais na sociedade.

Para associar-se envie um email em branco para

animalivre-subscribe@yahoogrupos.com.br

  
  

Publicado por em