Evitando o paralaxe

É preciso tomar cuidado ao fotografar coisas próximas com câmeras automáticas.

  
  

É preciso tomar cuidado ao fotografar coisas próximas com câmeras automáticas. Câmeras automáticas possuem dois visores, um para o olho do fotógrafo e outro para o filme, portanto o que o filme enxerga é ligeiramente diferente do que o fotógrafo vê. Isto é importante apenas para objetos próximos, em cenas de paisagem não há problema.

Figura 1

O quadrado azul na foto mostra o que o olho vê e o quadrado vermelho mostra o que a máquina fotografa. Mas não é preciso se assustar, as câmeras mostram no visor a parte que vai e a que não vai sair na foto (Figura 1).

Figura 2

A foto mostra o que vê o fotógrafo, uma foto bem enquadrada, cheia de flores e sem vazios escuros (Figura 2).

Figura 3

Esta foto representa o que o filme vai mostrar, um enquadramento deslocado, com áreas vazias e sem graça (Figura 3).

Figura 4

Mas não é necessário se preocupar, estas câmeras possuem marquinhas dentro do visor que permitem determinar o que vai e o que não vai sair na foto. Nesta imagem as marcas aparecem em preto dentro do visor, e a área cinza é o que realmente vai sair. Mas lembre-se isto só é importante para coisas próximas como flores ou retratos que enchem a foto (Figura 4).

  
  

Publicado por em