Inter negativo ou processo direto: qual é melhor para passar cromo para papel?

Nenhum dos dois. Hoje em dia existe um processo digital que supera em muito os anteriores.

  
  

Nenhum dos dois. Hoje em dia existe um processo digital que supera em muito os anteriores. O processo direto traz muitos problemas de contraste. As partes claras da imagem acabam ficando brancas chapadas, sem nuanças, assim como as partes escuras. No sistema por inter negativo, há um problema de foco e definição difícil de solucionar quando o internegativo é 35mm. E continuam os problemas de contraste.

No processo digital, feito por alguns minilabs, que estão agora chegando ao Brasil, como a máquina Frontier da Fuji, a ampliação é praticamente perfeita, sem perdas significativas.

  
  

Publicado por em