Caça aos Javalis

O IBAMA decidiu, agora, permitir a caça aos javalis, no Rio Grande do Sul. É que proteção demais gera confusão... A Constituição Estadual de São Paulo, com o desejo de inovar e certamente muito mal assessorada, estabeleceu, em seu artigo 204, a proibiç

  
  

O IBAMA decidiu, agora, permitir a caça aos javalis, no Rio Grande do Sul. É que proteção demais gera confusão...

A Constituição Estadual de São Paulo, com o desejo de inovar e certamente muito mal assessorada, estabeleceu, em seu artigo 204, a proibição à caça, em todo o Estado, "sob qualquer pretexto".

As conseqüências desastrosas desse ato, são, de um lado, a impossibilidade do caboclo, do habitante do sertão, manter-se vivo nos lugares em que nasceu, conservando os hábitos culturais que adquiriu há séculos.

Impedido de derrubar árvores para construir suas canoas, de fazer seus cercos no rio para a pesca da tainha e de armar seus mundéus para a caça de subsistência, ele tem é que morrer de fome, ou tornar-se auxiliar de pedreiro na cidade grande, com perda total da sua cultura original...

De outro lado, são as capivaras e outros herbívoros que, reproduzindo-se muito e agora protegidos pela lei, começam a morrer de fome, ou a invadir cada vez mais as plantações de arroz e de banana, ou ainda a migrar também para as cidades, caminhando em bandos pelas estradas que margeiam os rios, morrendo atropelados pelos caminhões!

É que os zelosos legisladores, guardiões da natureza, não aprenderam com esta que o controle das espécies mais prolíficas tem que ser feito com o sacrifício de uma parte de sua população, o que geralmente está a cargo dos animais predadores.

Ora, nas regiões agrícolas, o aumento da disponibilidade de alimento fácil - associado ao afastamento, necessário, das grandes feras predadoras - leva, fatalmente, a uma proliferação excessiva dos animais herbívoros que, sendo protegidos pela lei, além de destruírem plantações, acabam morrendo de fome ou sendo atropelados nas rodovias...

Pior ainda quando o animal não é nativo, como os javalis, os quais, não possuindo controladores naturais, são voracíssimos onívoros, devorando não só imensas áreas de plantações de cereais, como também atacando animais de criação, como aves, cabras e carneiros.

Existem caças... E caças, senhores deputados!

  
  

Publicado por em

PM INCONFORMADO

PM INCONFORMADO

23/04/2010 19:43:02
APOIO O QUE O AMIGO DESCREVEU,O POBRE CABOCLO ALÉM DE NÃO PODER CAÇAR PARA SE ALIMENTAR AINDA TEM QUE PLANTAR PARA VER OS ANIMAIS COMEREM O POUCO QUE SE RESTA DE SUAS PLANTAÇÕES. É MUITO FACIL PROIBIR QUANDO SE ESTA SENTADO ATRÁS DE UMA MESA CHEIA DE FARTURA E MUITO DINHEIRO NO BOLSO. E AINDA TEM O DESCARAMENTO DE IR LÁ PEDIR VOTO NAS ELEIÇÕES PROMETENDO MIL E UMA COISA.
NA MINHA OPINIÃO A CAÇA ESPORTIVA DEVE SIM SER LIBERADA A ESTES ANIMAIS DESTRUIDORES E COM DOAÇÃO DO QUE SOBRAR PARA ENTIDADES FILANTROPICAS QUE ESTE GOVERNO NÃO FAZ O MÍNIMO DE ESFORÇO PARA AJUDAR.

Joao batista

Joao batista

22/09/2008 22:06:20
nota mil para sua observaçao . os filhos dos caboclos depois ven caçar pessoas nas cidades ,pois os governos nao dao neum apoio prara eles quando veen para cidade .