Embrapa

Todo mundo sabe o que é a soja. E muitos sabem, também, que o Brasil está conseguindo superar os Estados Unidos na produção dessa importante fonte de alimento. Mas poucas pessoas sabem o que é a EMBRAPA, a Empresa estatal de pesquisas agropecuárias que, t

  
  

Todo mundo sabe o que é a soja. E muitos sabem, também, que o Brasil está conseguindo superar os Estados Unidos na produção dessa importante fonte de alimento. Mas poucas pessoas sabem o que é a EMBRAPA, a Empresa estatal de pesquisas agropecuárias que, trabalhando em silêncio, viabilizou a soja no Brasil. E, por ignorância, quase todos sacodem os ombros ao ler nos jornais que a EMBRAPA está passando por séria crise em suas atividades em virtude dos cortes severos e dos atrasos na liberação dos recursos do seu orçamento: até o fim de abril, somente havia recebido 3 por cento dos recursos previstos para todo este ano!

É muito difícil, na verdade, avaliar-se toda a extensão dos benefícios que o trabalho realizado por essa Empresa, tem trazido, em termos de desenvolvimento do país e felicidade de seus habitantes. Sabe-se, por exemplo, que enquanto as plantações de bananas, em todo mundo, estão ameaçadas de extinção, as nossas bananeiras estão imunes às principais pragas, graças aos trabalhos genéticos desenvolvidos na EMBRAPA.

Sabe-se também que nas duas últimas décadas do século, o custo do alimento básico no Brasil - carne, leite, ovos, cereais - sofreu uma queda de mais de cinco por cento a cada ano! Somando-se esse inegável benefício social ao extraordinário aumento da exportação, começa-se a perceber um pouco da importância da EMBRAPA. Sim, porque ela é herdeira de um imenso acervo de boa ciência agro-pecuária de algumas das melhores instituições de pesquisa já existentes no país.

Por exemplo, os estudos fundamentais, do antigo Instituto Agronômico do Norte, que levaram, há mais de 50 anos, à destruição do mito da fertilidade das terras da Amazônia. Ou a criação do gado canchim, adaptado ao cerrado brasileiro. Ou o incrível barateamento da carne de frango, que levou esse alimento à mesa de todos os brasileiros e aumentou a sua exportação. Ou, finalmente, às pesquisas avançadíssimas - ao nível de qualquer país do primeiro mundo - sobre melhoramentos genéticos, adaptações climáticas, combate biológico às pragas, desenvolvimento de equipamentos sofisticados de análises, estudos de solos e muitos outros.

País curioso esse, que combate a fome e faz morrer à míngua o principal responsável pelo aumento da produção de alimentos!

  
  

Publicado por em