ABETA realiza avaliação contínua de desempenho das empresas participantes do Programa Aventura Segura

Na reta final para a auditoria que certificará empresas de Turismo de Aventura, a ABETA fará, a partir deste mês de agosto, uma avaliação do desempenho das empresas participantes do Programa Aventura Segura.

  
  

Na reta final para a auditoria que certificará empresas de Turismo de Aventura, a ABETA fará, a partir deste mês de agosto, uma avaliação do desempenho das empresas participantes do Programa Aventura Segura.

A ABETA está atuando ativamente em 17 destinos prioritários, no processo de implementação da Norma Técnica ABNT NBR 15331. O objetivo é qualificar as empresas para que elas atendam os requisitos da norma. Alvaro Barros, coordenador de Assistência Técnica da ABETA, explica que o processo é essencial para as empresas que pretendem se certificar: “Além de auxiliar na implementação do Sistema de Gestão da Segurança, com base na Norma Técnica da ABNT nº 15331, que será referência na avaliação para certificação das empresas, a Assistência Técnica possibilita uma troca de experiências entre empresários e uma auto-avaliação da estrutura da operação de turismo de aventura”.

A Assistência técnica se dá através de oficinas e visitas técnicas e do fornecimento de conteúdo técnico sobre a norma.

O coordenador explica que as empresas estão agora em uma fase mais adiantada do processo, onde serão analisados o seu desempenho na implementação e verificados os últimos ajustes necessários para serem auditadas: “estamos trabalhando para que essas primeiras empresas estejam prontas para a auditoria em agosto ou setembro de 2008 e, para isso, precisamos fazer uma avaliação do nível de conformidade de cada uma delas com os requisitos da norma e orienta-las no que for necessário”.

Critérios que serão utilizados na avaliação de desempenho das empresas em processo de certificação:

- Cadastro e número de acessos ao Observatório de Turismo de Aventura;
- Realização de auto-avaliação (são necessárias, no mínimo, três auto-avaliações durante o processo);
- Envio de documentos (a empresa está enviando para análise os documentos exigidos pela norma?);
- Presença e desempenho nas Oficinas e Visitas Técnicas;
- Análise do Consultor do desempenho da empresa durante as Visitas Técnicas.

Para a ABETA, as empresas que estão atuando com maior empenho e interesse merecem ser promovidas, pois já contam com um diferencial de qualidade a ser oferecido aos seus clientes. O coordenador ressalta que as empresas que demonstrarem, nessa avaliação, melhor desempenho, serão beneficiadas com a divulgação da ABETA em sites e outras mídias: “é uma forma de premiar quem está se dedicando integralmente para implementar o SGS e, consequentemente, tentar a certificação”, finaliza.

_____
Por: abeta

  
  

Publicado por em

Jorge pedrinho pfitscher

Jorge pedrinho pfitscher

12/05/2009 14:39:55
Amigos, a Fundação Biótica, ONG ambiental de Campo Grande/MS/Brasil, www.biotica.org.br , http://funbio-biotica.blogspot.com , criou um Fundo de compensações sócio ambientais que tem como objetivo ajudar prevenir o aquecimento global recuperando áreas degradadas, impedindo desmatamentos e executar projetos de inclusão social com populações em risco. Para isso está recebendo doações de qualquer valor na conta corrente n 5958-7 da agência 4211-0 do Bco. do Brasil. Mais informações entre em contato@biotica.org.br . Peço que divulguem e doem. Abr. Jorge