Aulus Sellmer

Aullus Selmer, 40 anos, é treinador de corrida, esportes de aventura e personal training Bacharel em Esporte, com especialização em treinamento desportivo pela USP, marketing esportivo pela UCLA Berkeley e administração esportiva pela FGV - SP.

  
  

Aullus Selmer, 40 anos, é treinador de corrida, esportes de aventura e personal training Bacharel em Esporte, com especialização em treinamento desportivo pela USP, marketing esportivo pela UCLA Berkeley e administração esportiva pela FGV - SP. Atualmente, é consultor de fitness da Radio Bandeirantes-AM/FM, coordenador coorporativo da academia Companhia Athletica do departamento outdoor, colaborador das revistas Nez Adventure e personal training da Sociedade Hípica Paulista. Nessa entrevista, Aulus ensina como iniciar a prática esportiva e dá dicas de como manter-se saudável, o mais difícil segundo ele.
E-mail: aulus@4any1.com.br
Site: www.4any1.com.br

Que cuidados você toma para manter a saúde em dia e um bom condicionamento físico?
Eu gosto muito de correr, tento correr de 3 a 4 vezes por semana, e faço yoga de 4 a 5 vezes por semana. Hoje estou numa fase em que também me preocupo com a mente, além do físico.

Você é vegetariano?
Não, mas não como carne vermelha há muito tempo, então tenho que repor essa necessidade de ferro da carne vermelha com outros alimentos.

O que é necessário p/ tornar-se um aventureiro?
Um aventureiro é uma pessoa muito especial, se ela chegou a esse nível é porque está buscando outros objetivos. Geralmente um futuro aventureiro começa praticando caminhadas, depois passa para a corrida, começa a fazer algumas provinhas e depois é que vira um aventureiro. Hoje em dia, você já encontra pessoas que se tornam aventureiros da noite para o dia. Há uma serie de requisitos para você ser um bom aventureiro, não é só a parte física, tem a parte nutricional, a psicológica, de como você vai agir, a parte de estratégia e logística, tem o material e a roupa adequados... Tudo é um processo lento, no qual novos degraus devem ser galgados no decorrer do tempo. O problema é que a maioria das pessoas quer conquistar tudo muito depressa, mas só depois que você tiver todos esses recursos e conhecimentos de que falei é que será possível tornar-se realmente um aventureiro, e isso leva tempo.

Quais os principais problemas que os atletas enfrentam e em função de que?
O problema é, geralmente, a empolgação, a vontade de treinar e, conseqüentemente, o atleta acaba exagerando no treino e tendo uma lesão, que o impede de ter uma continuidade naquela programação que foi feita. O grande desafio é a paciência.

Como uma pessoa sedentária deve começar?
Uma pessoa sedentária não pode ir com muita sede ao pote, esse é o primeiro ponto. Ela precisa primeiro fazer uns exames, precisa também preocupar-se em ter um treinador que lhe dê uma orientação, uma prescrição de treinamento, e não tentar fazer tudo sozinha. E deve começar bem devagar, com paciência para que possa atingir sua meta, gradativamente. Eu sempre digo que ter objetivos muito distantes dificulta o processo, é melhor a pessoa traçar micro ou mini objetivos, e à medida que consegue atingi-los, vai se estimulando e, quando vê, conseguiu aquele objetivo maior que almejava ao fim de alguns meses ou semanas. Geralmente, porém, costumamos fazer o contrário, e por isso desistimos com facilidade.

Que alternativas pode buscar uma pessoa que vive no trânsito e stress das grandes cidades, comendo fast food, sem tempo de desenvolver um compromisso maior com uma vida saudável?
Na minha opinião, isso tudo é uma questão de prioridades, porque se a pessoa estiver realmente disposta e com vontade de mudar o rumo de sua vida, ela vai conseguir se adaptar com certeza. A desculpa do tempo é muito relativa. Aqui em São Paulo, por exemplo, você tem todos os recursos para conseguir ter uma vida saudável, apesar das dificuldades que você citou na pergunta. É uma questão pura de opção e atitude.

Existe um horário melhor para treinar?
É difícil responder essa pergunta, ainda mais aqui em São Paulo, pois costuma-se dizer que o melhor horário para treinar é de manhã. Do ponto de vista de treinamento, realmente é o melhor horário para treinar, desde que se tenha dormido bem, feito um super café da manhã, repondo todas as energias com um bom sono e boa alimentação. Mas, geralmente, aqui em São Paulo, isso não acontece, as pessoas têm que casar o tempo disponível às atividades físicas, e vão treinar à tarde, à noite, e o corpo acaba se adaptando a isso. Se você tiver cuidados precedentes ao exercício como alimentar-se adequadamente e estar com o sono em dia, a noite também vai ser um bom horário de treinamento.

Você falou, durante uma palestra, que a grande dificuldade não é adquirir um bom condicionamento físico, mas conseguir mantê-lo. Que dicas você dá para quem quer manter a saúde e a boa forma?
Primeiramente, precisa haver uma regularidade e, para isso, não há fórmula, a pessoa deve buscar dentro de si própria uma forma com que esteja sempre se motivando. Outra dica é não mudar muito de atividade física, cada hora estar fazendo uma coisa diferente, pois dessa forma você nunca sairá do mesmo nível de condicionamento físico. Se o treino não for uma vontade e sim uma obrigação, a pessoa tem que fazer um esforço muito grande passar conseguir passar a primeira fase, para acostumar-se à prática de exercícios. Depois que você passa essa fase, o organismo se adapta à atividade física, consegue entrar numa regularidade e é o corpo que começa a pedir. Quando você vê, já se adaptou e estará treinando de uma forma regular e sistemática.

  
  

Publicado por em