'Carro verde' é estrela em Salão de Genebra

Genebra, Suíça - As empresas do setor automotivo apostam nos "carros verdes" para ganhar novos consumidores e atender às exigências ambientais. Nesta semana, um dos principais salões de automóveis do mund

  
  

Genebra, Suíça - As empresas do setor automotivo apostam nos "carros verdes" para ganhar novos consumidores e atender às exigências ambientais. Nesta semana, um dos principais salões de automóveis do mundo, o de Genebra, na Suíça, abre suas portas com mais de 80 lançamentos, como ocorre todos os anos.

Mas, desta vez, as montadoras não vão centrar suas energias para convencer os clientes sobre o conforto ou a potência dos veículos. A atenção principal estará na capacidade dos novos modelos em economizar combustível, reduzir emissão de gases e contribuir para o meio ambiente.

O Salão de Genebra está mostrando que os "carros verdes" ganham modelos cada vez mais sofisticados, como o Cadillac V6. A General Motors anuncia que está implantando no veículo um sistema de "combustão inteligente". O motor injetaria apenas a quantidade necessária de combustível para seu desempenho, reduzindo consumo e emissão. Os primeiros carros com esse sistema estarão no mercado em 2009 e a empresa garante que o desempenho do Cadillac não será afetado.

Outro lançamento que chamará a atenção é o Hybrid X, da Toyota. O carro pode ser movido a gasolina ou a baterias elétricas. Mas, além de transformar o motor, o fabricante levou para dentro do veículo alguns dos conceitos híbridos. O principal é o fato de a iluminação interior modificar conforme a necessidade ou até a música. O espaço também pode ser modificado.

Enquanto isso, a DaimlerChrysler anunciará sua tecnologia BlueTec para os modelos Mercedes. O sistema coordena o trabalho de cada um dos cilindros do motor a diesel e permite controlar as emissões.

Já a Saab lançará seu modelo BioPower 100 movido 100% a etanol, enquanto a Honda adota o modelo híbrido em seus carros esportivos. A Kia também apresenta um modelo que usa energia alternativa, o Rio Hybrid. E até os chineses vão expor veículos econômicos: a Brilliance Jin Bei lançará modelos que prometem consumir menos combustível.

Pelas novas regras da Europa, as montadoras terão de pôr à venda carros que emitam menos de 130 gramas de CO2 por quilômetro. Os fabricantes têm até 2012 para chegar à meta. Hoje, a média de emissões é de 163 gramas por quilômetro.

Pesquisa de montadoras antes do Salão de Genebra mostra que 83% dos consumidores europeus estariam dispostos a pagar um pouco mais por um carro que consuma menos e contribua para proteger o meio ambiente. (Jamil Chade)

Fonte: Agência Estado

  
  

Publicado por em