Ação Ambiental do Rally Internacional dos Sertões bate recorde na coleta de materiais recicláveis

O total de 15 toneladas de materiais descartáveis, inclui: papel, plástico, alumínio e vidro, além de 600 litros de óleos lubrificante e de cozinha.

  
  

Além de marcar a maioridade da segunda maior aventura off road do mundo, a 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões registrou um outro saldo positivo na história da competição: a quantidade recorde de materiais recicláveis recolhidos pela equipe de Ação Ambiental da prova.

A caravana, que reuniu 155 veículos de competição (entre motos, quadriciclos, carros e caminhões) e mais de 1.700 pessoas (incluindo competidores e pessoal de apoio), partiu de Goiânia, em 10 de agosto, e chegou a Fortaleza (CE), no dia 20 de agosto.

Ao longo dos dez dias de prova, a Ação Ambiental do Rally dos Sertões recolheu, nos onze acampamentos que abrigaram os participantes e membros das equipes, o total de 15 toneladas de materiais descartáveis como papel, plástico, alumínio e vidro, além de 600 litros de óleos lubrificante e de cozinha. A marca é significativamente superior à média dos anos anteriores, de 10,5 ton.

Fora isso, ao longo do percurso de 4.486 quilômetros, foi coletada outra tonelada de detritos deixados, divididos em 65 kg de fibra de vidro, 514 kg de plástico, 72 kg de metal, 26 kg de vidro, 104 kg de papel, 204 kg de borracha (incluindo pneus) e cinco litros de óleo.

"O resultado das operações deste ano reflete o total compromisso que a organização do evento tem com a conservação dos ambientes naturais e dos patrimônios públicos e particulares incluídos no roteiro da prova", afirma Carlos Andrade, o "Carlão", coordenador geral de Ação Ambiental do Rally dos Sertões.

"Mais do que isso, o recorde de materiais recolhidos nesta edição e a pouca quantidade de detritos encontrados nas trilhas demonstram que a postura ambiental adotada pelo Sertões foi plenamente assimilada pelos competidores e equipes, e esse é o verdadeiro reconhecimento ao nosso trabalho", comemora Carlão, que em fevereiro esteve em Genebra, na Suíça, para receber em nome da Dunas Race, organizadora do Sertões, e da companhia Os Canastras, o "2009 Enviromental Awards", prêmio concedido pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM) aos mais destacados programas de conscientização e de preservação do meio ambiente ligados aos esportes a motor em todo o mundo.

Formada por quatro integrantes fixos e outros 45 recrutados nas cidades inseridas no percurso, a equipe da Ação Ambiental do Sertões 2010 distribuiu mil cinzeiros ecológicos, 2.500 sacos de lixo, 2.000 sacolinhas para carros e utilizou 5 kg de produtos para absorção de resíduos líquidos, como o óleo de motor eventualmente derramado sobre as trilhas.

Desde 2001, a equipe de Ação Ambiental do Rally dos Sertões é uma atividade desenvolvida pela equipe "Os Canastras" e responsável pela limpeza de todos os detritos e resíduos deixados pelos competidores ao longo percurso, bem como o recolhimento de todo o lixo resultante dos acampamentos da prova.

O grupo também é incumbido de indenizar - em dinheiro e assim que passa o último concorrente - os proprietários das áreas rurais que tenham sofrido algum tipo de dano, como a quebra de cercas ou de porteiras.

Fonte: Rodolpho Siqueira / André Stepan / Cleber Bernuci / Leonardo Murgel / Eduardo Antonialli / Maria Domingues / Mariana Viegas

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em