Ambiental Expedições participou do II Encontro Nacional de Empresas Zero Carbono

O diretor da Ambiental Expedições José Zuquim, 49, foi convidado para a abertura de mesa, para a conferência “Como tornar-se uma empresa Zero Carbono - Ações para a sustentabilidade sair do papel - II Encontr

  
  

O diretor da Ambiental Expedições José Zuquim, 49, foi convidado para a abertura de mesa, para a conferência “Como tornar-se uma empresa Zero Carbono - Ações para a sustentabilidade sair do papel - II Encontro Nacional de Empresas Zero Carbono” realizado ontem, dia 12 de julho, na cidade de São Paulo, no The Capital Flat para empresários de todo o Brasil.

Durante o dia aconteceram palestras com Fátima Cardoso, editora Envolverde.com.br, Guilherme Athia, diretor da Institucional , Marco Antonio Fujihara, sócio do Instituto Totum, Gustavo Veronesi, educador ambiental da Fundação SOS Mata Atlântica-Núcleo União Pró-Tietê , Paulo de Souza, consultor para Inventários Corporativos de Emissões do Instituto Totum, Lincoln Cesário Fernandes, responsável por relações com o mercado do banco Bradesco junto com Ricardo Valente, diretor da Key Associados e Victor Junod diretor de marketing da concessionária Primo Rossi.

A Ambiental Expedições é pioneira no turismo em incentivar seus clientes a neutralizar o carbono emitido em suas viagens com o projeto Viagem Limpa e Consciente em parceira com a SOS Mata Atlântica.

Para Zuquim, o turismo deve ser referência para consolidar a sustentabilidade do crescimento econômico, como conta: “Acreditamos que todos devam tomar a iniciativa em relação a neutralizar o carbono emitido no processo, seja ele industrial, na prestação de serviço ou mesmo doméstico. Assim podemos garantir um equilíbrio entre a natureza e desenvolvimento econômico interno”.

Para Lauro Parente,32, diretor de projetos da Cultcorp Cultura Corporativa que organiza o evento, essa iniciativa tem fundamental importância para as empresas e empresários, pois existe a necessidade de enfrentar as mudanças climáticas em geral: “Empresas são pressionadas para isso pelos consumidores, ao perceberem que outras empresas estão tomando atitudes, sejam elas grandes como o banco Bradesco ou menores como Primo Rossi, elas se motivam mais” afirma.

Projeto Viagem Limpa e Consciente

Há vinte anos no mercado de turismo e intimamente ligada à conservação da natureza, operadora de ecoturismo, a Ambiental Expedições fechou uma parceria com a SOS Mata Atlântica e seu programa Florestas do Futuro, que convida os seus clientes a neutralizar o carbono emitido em suas viagens. Sendo opcional, será pago R$10,00 por árvore conforme um cálculo pré estabelecido.

O Projeto Viagem Limpa e Consciente tem como o principal objetivo diminuir o impacto ambiental causado pela emissão de carbono e incentivar a discussão sobre a nossa relação com o ambiente e de como devemos encarar o aquecimento global.

Segundo Israel Waligora,52, e José Zuquim,49, diretores da Ambiental, a parceria deverá se estender a todos os pacotes nacionais e internacionais, não importando o destino. Quanto mais pessoas aderirem a proposta, maior será a qualidade de vida adotada como conta Israel: “Se cada um fizer sua parte, garantiremos um mundo muito melhor para a próxima geração, além de ser uma atitude cidadã”.

O programa Florestas do Futuro é um dos mais amplos programas participativos da SOS Mata Atlântica para a restauração da floresta e, preferencialmente, aquelas que contribuem com a conservação da água e da biodiversidade. A proposta é reunir sociedade civil organizada, proprietários de terras, iniciativa privada e poder público, apoiando ações sócio ambientais e oferecendo capacitação técnica para a recuperação ambiental brasileira.

Adauto Basílio, diretor da Fundação SOS Mata Atlântica também lembra a relevância da parceria:“Esta iniciativa da Ambiental é um importante passo para que seus clientes pratiquem ações em benefício do meio ambiente, gerando uma importante contribuição para o programa Florestas do Futuro da Fundação SOS Mata Atlântica. Esta parceria garante a recomposição de matas ciliares na Mata Atlântica”.

A SOS Mata Atlântica é responsável pelas diversas etapas do reflorestamento, que envolve da implantação e manutenção do projeto, a escolha das áreas, seleção e aquisição de mudas em viveiros, plantio e vistorias constantes para intervenções necessárias. O cliente também ganhará um certificado da Ambiental e da SOS Mata Atlântica, assinado pelos diretores de cada empresa.

Fonte: Ambiental Expedições

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em