Blitz leva Empreendedorismo Sustentável a estudantes

Unidade Móvel do IniciativaJovem estará na UFRJ no dia 20 de junho. A primeira Blitz Universitária do Programa IniciativaJovem vai acontecer dia 20 de junho. A Unidade Móvel do Programa passará o dia junto aos alunos

  
  

Unidade Móvel do IniciativaJovem estará na UFRJ no dia 20 de junho.

A primeira Blitz Universitária do Programa IniciativaJovem vai acontecer dia 20 de junho. A Unidade Móvel do Programa passará o dia junto aos alunos do campus da Praia Vermelha da Universidade Federal do Rio de Janeiro discutindo e incentivando o empreendedorismo jovem.

O IniciativaJovem, projeto criado e financiado pela Shell e administrado pelo Instituto Dialog, está com inscrições abertas desde o dia 15 de junho para seu Programa anual de Empreendedorismo Sustentável. Durante a visita a UFRJ, o IJ estará também recolhendo inscrições dos estudantes interessados. A Blitz acontecerá na área da piscina das 9h30 às 18h.

As inscrições feitas durante a Blitz Universitária serão somadas as recebidas durante a Feira de Empreendedorismo da Firjan, realizada no começo deste mês, e, também as inscrições feitas diretamente pelo site do IniciativaJovem (www.iniciativajovem.org.br). Este ano, o programa já bateu recorde de número de jovens inscritos desde que o programa foi fundado, em 2001.

Do número total de inscritos, apenas 120 jovens passarão para a primeira etapa do programa, composta por três dias de jogos vivenciais, que acontecerão nas três primeiras semanas de agosto. O prazo final para se inscrever é dia 30 de junho.

O objetivo do programa, que tem duração de 12 meses, é capacitar jovens empreendedores capazes de criar e administrar sua empresa de maneira sustentável, seja ela com fins lucrativos ou não, gerando trabalho e renda e ajudando, assim, a combater o desemprego e movimentar a economia. Durante a capacitação, os jovens receberão gratuitamente palestras, workshops, consultorias e mentoria, com todo o suporte estratégico necessário para que compreendam o significado de terem negócios sustentáveis, apoiados em responsabilidade ambiental, viabilidade econômica e comprometimento social. O programa não oferece recursos financeiros aos empreendimentos.

Desde 2001, 3.594 jovens já se inscreveram, 873 foram capacitados na elaboração de um plano de negócio e 108 chegaram ao fim da capacitação, recebendo o selo de Empreendedor Sustentável. Foram criadas 49 empresas, com uma taxa de sobrevivência de 72%, muito mais alta do que aquela apresentada pela realidade de quem começa um negócio sem ter o preparo adequado: a cada 10 empresas que são abertas no Brasil, sete fecham em menos de cinco anos.

No ano passado, o programa passou a acompanhar também os jovens que já concluíram a capacitação. Todos eles foram avaliados e os aprovados em todos os quesitos econômicos, ambientais e sociais formam, hoje, a Rede de Empreendimentos Sustentáveis IniciativaJovem, que já mostra resultados: as empresas geraram 46 novos postos de trabalho e apresentam, em média, um faturamento anual de R$ 625.000.

Esses números vão crescer em julho, quando acaba a capacitação da turma de 2006 e mais 15 jovens serão auditados para poderem fazer parte da rede. Esta turma mostra que a diversidade é um dos ingredientes responsáveis pelo sucesso do programa. Participa dela, por exemplo, Bianca Carvalho, criadora da Ong Mundo Novo da Cultura Viva, em Mesquita, estado do Rio, que, com apenas 19 anos, conseguiu desenvolver um projeto capaz de alfabetizar mais de 100 jovens e adultos da comunidade, e acabou sendo reconhecida por vários meios de comunicação e outras entidades pela seriedade do seu trabalho. Ela tem como colega de turma empresários do segundo setor, como Mariana Santoro, criadora da Inside Rio, empresa de turismo especializada em turistas que preferem hospedagem alternativa, como albergues e casas da rede Cama e Café, que, comprovando a abrangência e a eficácia do programa, foi criada por dois jovens que hoje compõe a Rede Iniciativa Jovem.

Fonte: Portal Fator

  
  

Publicado por em