País pode reduzir desmatamento pelo 3º ano seguido, diz Capobiano

O secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente, João Paulo Capobiano, acredita que se forem confirmadas as informações obtidas pela Deter - Detecção de Desmatamento em Tempo Real, do Inpe/MCT - Insti

  
  

O secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente, João Paulo Capobiano, acredita que se forem confirmadas as informações obtidas pela Deter - Detecção de Desmatamento em Tempo Real, do Inpe/MCT - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais para o período de agosto de 2006 a julho de 2007, será o terceiro ano consecutivo de redução do desmatamento, principal emissor de gases de efeito estufa no País, que representou cerca de 75% do total das emissões anuais no período de 1990 a 1994.

Durante o lançamento do Ano Nacional do Desenvolvimento Limpo na CNI - Confederação Nacional da Indústria, em Brasília, o secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência e Tecnologia, Luiz Antonio Barreto de Castro, afirmou que o Brasil tem importante papel no combate ao aquecimento global, inclusive com a criação do mecanismo de desenvolvimento limpo (MDL), que possibilitou a países em desenvolvimento participar de forma mais efetiva do combate ao efeito estufa no âmbito do Protocolo de Kyoto. (JB Online)

Fonte:Ambientebrasil

  
  

Publicado por em