São Paulo ganhará corredor verde

O objetivo é conscientizar a população sobre a importância da manutenção do equilíbrio ambiental

  
  

Um corredor verde com espécies nativas será instalado nos arredores do Instituto Biológico, em São Paulo, em iniciativa conjunta entre a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e diversas instituições ambientais e do município, para conscientizar a população sobre a importância dos agentes polinizadores.

A iniciativa em comemoração à Semana Internacional do Meio Ambiente foi apresentada ao secretário Arnaldo Jardim em audiência realizada em seu gabinete no dia 24 de abril de 2017, com a presença de representantes das organizações parceiras.

O projeto, que será realizado no dia 28 de maio próximo, tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da manutenção do equilíbrio ambiental, com foco na polinização por insetos. De acordo com Harumi Hojo, pesquisadora do IB, “serão plantadas no mínimo 18 árvores e arbustos com a participação da comunidade e orientação de especialistas”.

Crianças e adultos também poderão visitar o Museu Planeta Inseto, do Instituto, e participar de oficinas gratuitas sobre plantios arbóreos, hortas comunitárias, compostagem e mapeamento afetivo do bairro, entre outros temas.

Para mostrar a importância dos insetos não só como produtores de mel, mas também como agentes polinizadores de espécies vegetais, contribuindo na produção de alimentos, também haverá a exposição de abelhas nativas sem ferrão.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, “a iniciativa contribuirá inclusive para a polinização do maior cafezal urbano, situado no Instituto Biológico. Promover uma agricultura harmônica com o meio ambiente é uma das diretrizes do governador Geraldo Alckmin para a Pasta”, afirmou.

Também participaram da reunião os representantes das seguintes organizações parceiras da iniciativa: Antonio Batista, diretor do Instituto Biológico; José Valverde Machado Filho, secretário executivo do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Consea-SP); Gerson Pinheiro, da SOS Abelhas Sem Ferrão; Marcos Issao, Horta Comunitária da Saúde; Lara Freitas, do Conselho Regional de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz (Cades) da Vila Mariana e do Projeto Ecobairros; Nina Orlow, secretária-executiva do Movimento Nacional Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS); Sergio Shigeeda, da Agenda 2030 e da Horta Comunitária da Saúde; Juliana Saad, da Agenda 2030; Elisa Rocha, do Cades Vila Mariana; Carlos Fernandes, prefeito regional da Lapa.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Paloma Minke

  
  

Publicado por em