Simulado prepara profissionais para possíveis derramamentos de petroléo

A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) fará um simulado no dia 24, com o propósito de treinar sua equipe para atuar em possíveis acidentes ambientais, como derramamentos de derivados de petróleo, criando situações e

  
  

A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) fará um simulado no dia 24, com o propósito de treinar sua equipe para atuar em possíveis acidentes ambientais, como derramamentos de derivados de petróleo, criando situações e cenários emergenciais que possam ocorrer na CVRD em São Luís.

A Alpina Briggs é a empresa contratada pela CVRD para atender emergências ambientais, através do GEAB – Grupo de Emergência Alpina Briggs, que possui profissionais capacitados e equipamentos em prontidão para mitigar os possíveis acidentes.

O simulado será dividido em duas etapas. A primeira, será teórica, apresentando as fases do simulado. A segunda etapa será práticA, onde simularão manchas de óleo com pipocas, treinando as equipes que estarão de prontidão para atender a “emergência” .

“Os simulados podem ser ferramentas importantes para que a equipe avalie os equipamentos e os profissionais envolvidos nesse trabalho”, afirma Sebastião Maio de Matos, gerente regional da Alpina Briggs no Maranhão.

“Os treinamentos simulados, além de testar todos os mecanismos de resposta previstos no PEI (Plano de Emergência Individual), prevê situações que só são possíveis de verificar quando colocados em prática os procedimentos de combate e controle ao vazamento de óleo no mar. No Terminal Portuário Ponto da Madeira, por exemplo, são severas as condições de velocidade da corrente e os brigadistas devem estar preparados e treinados para vencer este obstáculo” salienta Mário Goto, analista de meio ambiente da CVRD no Maranhão.

A Alpina Briggs é o resultado de uma joint venture entre a Alpina Ambiental, fabricante de equipamentos, e a Briggs Environmental, do Reino Unido, que atua há mais de 20 anos na prestação de serviços e atendimentos a emergências envolvendo derrames de petróleo, bem como treinamentos, monitoramento ambiental, planos de contingência, análise de riscos e mapas de sensibilidade.

A companhia reuniu experiências e instalou bases de atendimento a emergências, prestando serviços integrados de combate a derramamentos de petróleo e derivados.

Operando mais de 35 bases no País, a estrutura de resposta de cada base conta com um conjunto completo de equipamentos, como barreiras de contenção, recolhedores de óleo, motobombas de transferência, absorvedores, tanques de emergência, embarcações e veículos, todos submetidos a um programa de manutenção preventiva e corretiva.

Com capacidade de atendimento de alcance nacional e internacional, a Alpina Briggs oferece treinamento intensivo a técnicos e operadores, qualificados pelo programa da IMO - Internacional Maritime Organization.

Ao longo dos anos, a Alpina Briggs conquistou diversas certificações de qualidade, como ISO 9001, ISO 14.001, “The Nautical Institute”, ISCO-International Spill Control Organisation, PEI-Petroleum Equipment Institute e MCA (Maritime and Coastguard Agency).

Fonte: DFpress Comunicação

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em