Acordo entre Governo do Amazonas e WWF-Brasil investirá R$3 milhões em áreas protegidas

A Secretaria de Meio Ambiente e desenvolvimento Sustentável do Governo do Amazonas (SDS) e o WWF-Brasil assinaram hoje um acordo de cooperação técnica pelo qual a entidade conservacionista investirá aproximadamente R$ 3.150.000,00 (ou 1 milhão de dólares)

  
  

A Secretaria de Meio Ambiente e desenvolvimento Sustentável do Governo do Amazonas (SDS) e o WWF-Brasil assinaram hoje um acordo de cooperação técnica pelo qual a entidade conservacionista investirá aproximadamente R$ 3.150.000,00 (ou 1 milhão de dólares), ao longo de três anos, no fortalecimento do sistema estadual de áreas protegidas.

O acordo,assinado pelo secretário de Meio Ambiente do estado, Virgílio Viana, e pela secretária-geral do WWF-Brasil, Denise Hamú, reforça o compromisso do governo estadual com o Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), iniciativa coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente, apoiada técnica e financeiramente pelo WWF-Brasil junto com o Banco Mundial e outras instituições.

Os investimentos decorrentes do acordo de cooperação técnica serão aplicados em atividades relacionadas à criação e à gestão de áreas protegidas estaduais. Os recursos poderão ser utilizados em:

- estudos técnicos e científicos, biológicos e sócio-econômicos, para a definição de áreas prioritárias para a criação de áreas protegidas;

- consultas e/ou diagnósticos com participação pública visando à criação de áreas protegidas;

- planos de manejo para consolidar áreas protegidas existentes;

- implementação e funcionamento dos comitês gestores de áreas protegidas;

- atividades de educação ambiental e na capacitação de técnicos ambientais e lideranças sociais para a gestão de áreas protegidas em comunidades dentro e no entorno das áreas selecionadas;

- identificação e gestão de conflitos em torno da exploração de recursos naturais, visando a promover acordos , por exemplo, acordos de pesca , entre os interesses em litígio.

O Amazonas e as áreas protegidas

Por meio de sua política de desenvolvimento sustentável, o governo do estado do Amazonas vem cumprindo um papel importante na promoção do uso adequado e da conservação da biodiversidade na Amazônia brasileira.

Seu território recobre 1,5 milhão de quilômetros quadrados, abrigando total ou parcialmente 13 diferentes ecorregiões do bioma, o que dá uma medida da variedade de suas paisagens naturais.

Nessa política, a criação de áreas protegidas de diferentes categorias tem tido destaque: em dois anos, a administração estadual criou 4,21 milhões de hectares de novas áreas - 4.161.372 hectares de áreas de uso sustentável (reservas e florestas estaduais) e 55.851 hectares de áreas de proteção integral (parques estaduais). Ao mesmo tempo, menos de 3% da cobertura vegetal do estado foi desmatada.

`Por suas dimensões e pelo grau de conservação de sua vegetação, o Amazonas é fundamental no esforço do WWF-Brasil para proteger parcelas representativas da biodiversidade da Amazônia`, afirma Denise Hamú, justificando a parceria com a SDS.

Fonte: WWF-Brasil

  
  

Publicado por em