Região Metropolitana de São Paulo tem mais duas estações de avaliação de qualidade do ar

As unidades vão monitorar as concentrações de monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio, partículas inaláveis e ozônio além de verificar parâmetros meteorológicos como a direção e velocidade dos ventos, umidade relativa do ar e temperatura

  
  

Fruto de parceria estabelecida entre a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) durante o processo de licenciamento ambiental do Trecho Sul do Rodoanel Mario Covas (SP-021), duas estações automáticas de avaliação de qualidade do ar foram instaladas na Região Metropolitana de São Paulo. Com a inauguração destas unidades, a Rede Automática de Avaliação da Qualidade do Ar da CETESB passa a contar com 23 estações na RMSP e 24 no Interior/Litoral.

A estação Carapicuíba fica junto ao Reservatório da Sabesp na Avenida Inocêncio Seráfico, esquina com a Rua São Miguel. A unidade vai monitorar as concentrações atmosféricas de monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio, partículas inaláveis e ozônio além de verificar parâmetros meteorológicos como a direção e velocidade dos ventos, umidade relativa do ar e temperatura

A estação Guarulhos-Paço Municipal, localizada junto à sede da Prefeitura de Guarulhos, fará o monitoramento dos mesmos poluentes, menos do monóxido de carbono.

Quem tiver interesse em saber como está a qualidade do ar em tempo real pode acessar a página da Cetesb na internet. Lá também é possível acompanhar as tendências e mudanças na qualidade do ar pelas alterações nas emissões dos poluentes e, assim, avaliar e auxiliar no planejamento de ações de controle ambiental.

Fonte: Governo de São Paulo

  
  

Publicado por em