ANP tirou Abrolhos das áreas de exploração de petróleo

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) excluiu 162 áreas para exploração de petróleo e gás das 1.070 que foram levadas a leilão.A retirada de oito blocos terrestres e 154 marítimos na região do Arquipélago de Abrolhos (BA) foi publicada nesta quinta-feira (

  
  

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) excluiu 162 áreas para exploração de petróleo e gás das 1.070 que foram levadas a leilão.A retirada de oito blocos terrestres e 154 marítimos na região do Arquipélago de Abrolhos (BA) foi publicada nesta quinta-feira (14/8) no Diário Oficial da União e é uma vitória de organizações não-governamentais.

Tanto a ANP quanto o Ibama não souberam informar se a suspensão será permanente.As ongs encaminharam ao Ibama, em maio, dossiê sobre o impacto ambiental da exploração petrolífera na região e pediram que 243 blocos fossem suspensos.

O Ibama referendou parte do documento e recomendou, as mudanças na licitação, mantendo, no entanto, 81 áreas. O gerente do programa marinho da Conservation International, organização não-governamental que capitaneou o estudo, Guilherme Fraga Dutra, cruzou as informações sobre os blocos excluídos do leilão e o mapa da área. A conclusão foi tranqüilizadora.

“O coração de Abrolhos está preservado. Estávamos preocupados com os blocos não-excluídos, mas a área de maior biodiversidade marítima da costa brasileira saiu da rodada de licitação”, disse.

`Mas a questão não está resolvida. Estamos estudando novos mecanismos que protejam definitivamente a área”, afirmou.

A decisão irritou o secretário de Desenvolvimento Econômico do Espírito Santo, Júlio Bueno. O Estado seria beneficiado com os royalties da exploração petrolífera da área.

“Essa decisão não afeta somente o Espírito Santo, mas todo o País. Inibe os investidores estrangeiros. Segundo ele, “uma ong internacional faz um relatório e muda completamente o que estava acertado e autorizado pelo Ibama. É muito estranho`.

Fonte: Agência Estado

Alcobaça Caravelas Nova Viçosa Prado

  
  

Publicado por em