Almir Sater assume a presidência do Parque Regional do Pantanal

A consolidação do Parque Regional do Pantanal nos próximos dois anos como unidade de desenvolvimento sustentável será uma das principais metas do cantor, violeiro e produtor rural Almir Sater, que assumiu a presidência do IPP (Instituto Parque do Pantan

  
  

A consolidação do Parque Regional do Pantanal nos próximos dois anos como unidade de desenvolvimento sustentável será uma das principais metas do cantor, violeiro e produtor rural Almir Sater, que assumiu a presidência do IPP (Instituto Parque do Pantanal).

A viabilização do projeto, único no Brasil como modelo de gestão participativa governo- produtor, baseia-se no tripé meio ambiente, economia e social.

“O parque exercita a vocação natural do pantaneiro pela conservação, por isso é diferenciado e repercute fora do Brasil como novo paradigma de gestão ambiental sem o trauma da desapropriação”, afirma Sater.

Dono de propriedade dentro da área do parque , a fazenda Campo Novo, de 25 mil hectares, na região de Aquidauana, o artista e pantaneiro nascido em Campo Grande disse que até o final do ano um dos principais produtos com selo do parque, o vitelo orgânico, estará entre as principais carnes nobres comercializadas no país.

O Parque Regional do Pantanal é um modelo de gestão compartilhada onde a participação do pantaneiro é espontânea, em forma de adesão a um projeto que será desenvolvido em etapas de cinco anos. A área total da unidade tem cinco milhões de hectares um terço de todo o Pantanal de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, dos quais dois milhões de hectares já estão incorporados através da somatória de 180 fazendas que aderiram ao projeto.

O parque abrange cinco municípios sul-mato-grossenses: Aquidauana, Miranda, Corumbá, Rio Verde e Rio Negro.Almir Sater assumiu a presidência da diretoria executiva do IPP entidade criada para administrar o parque e coordenar os projetos econômicos, ambientais e sociais por dois anos.

A posse foi na noite de segunda-feira, no Buffet Yotede, no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. A participação do cantor nas discussões do projeto e no envolvimento dos governos federal e de Mato Grosso do Sul foram fundamentais para a criação do parque pelo governador Zeca do PT, em agosto de 2002.

“O futuro do Pantanal é esse, ou seja, valorizar o homem e sua sabedoria simples de conservação e implantar projetos técnicos que venham a agregar valores sem destruir a natureza”, observou.

Sater destacou a iniciativa do governador Zeca do PT de confiar no projeto do parque, concebido com o apoio do Fundo Francês para o Meio Ambiente e Comunidade Européia, ressaltando que sua criação (por decreto em 12 de agosto de 2002) foi “um ato de coragem, revelando, sobretudo, visão de futuro”.

A diretoria executiva do IPP é assim formada: presidente, Almir Sater; vice-presidente, João Ildefonso Murano; diretoria administrativo- financeira, Darci Lopes Barbosa; diretoria de desenvolvimento, Carla Alves Corrêa Reis; e secretário-executivo, José Marques de Souza.

Os principais projetos experimentais em execução são o vitelo pantaneiro, criação de animais exóticos, manejo sustentável de algumas espécies (capivara, cateto, porco monteiro, ema e jacaré), educação (escolas pantaneiras) e valorização da cultura pantaneira.

Fonte: Instituto Parque do Pantanal

  
  

Publicado por em

Simone Machado Walter

Simone Machado Walter

16/12/2008 13:50:17
Gostaria muito do e mail do talentoso Almir Sater, sou do Rio GRande do Sul e tivemos na região do vale dos sinos milhares de mortes de peixes causados pelo lixo largado dos cortumes.
Um abração, sou sua fã.

Andréa

Andréa

01/11/2008 23:59:42
Eu tbm gostaria do seu email se possível é claro pois, gostaria de me comunicar diretamente com ele sou do pantanal nasci em Miranda. bjs

Otiele

Otiele

25/09/2008 12:25:38
O Almir é além de artista uma pessoa de grande coração, seu trabalho para com o pantanal serve de exemplo para nosso pais e também para o mundo, as pessoas devem ter respeito e acima de tudo não destruir nossas matas e animais, gostaria de poder participar de alguma forma dessa luta mas infelizmente moro em são paulo e não tenho condições de estar perto ou ir até mato grosso.

Um abraço pro Almir e que Deus abençoe nesse caminho, um abraço também para todos os que ajudam nessa tarefa.

Rogerio

Rogerio

04/09/2008 17:35:18
Ola, o que gostaia mesmo é de um e mail onde eu consiga falar com o proprio almir. Isso é possivel? Obrigado.