Amazônia obtém nova área protegida de 24 milhões de hectares

O bioma amazônico ganhou novas áreas protegidas através do Programa Áreas Protegida da Amazônia (Arpa) que prevê aporte de R$ 60 milhões no período 2012/2013

  
  
O Arpa é o maior programa de conservação de florestas tropicais do mundo

O bioma amazônico ganhou novas áreas protegidas através do Programa Áreas Protegida da Amazônia (Arpa) que prevê aporte de R$ 60 milhões no período 2012/2013.

A criação de 24 milhões de hectares de novas áreas protegidas no bioma Amazônia e a importância na ampliação das Unidades de Conversação foram destacadas pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em reunião na quarta-feira, através do Plano de Investimento para o Arpa.

A segunda fase do Programa é alcançar a meta de 60 milhões de hectares protegidos até o ano de 2015. Na primeira etapa foram investidos Us$ 115 milhões. Na segunda etapa o investimento estimado é de Us$ 121 milhões.

A ministra salientou a importância de consolidar as áreas já protegidas, fortalecendo as parcerias com os governos estaduais. Pela primeira vez, está sendo alocado recursos para os estados fortalecerem as unidades de conservação e ampliar, localmente, as áreas protegidas. Com isso, os R$ 60 milhões anunciados para investimento em 2012/2013 serão geridos de forma descentralizada pelos estados, de acordo com as necessidades e prioridades locais.

O Arpa é o maior programa de conservação de florestas tropicais do mundo. Lançado em 2002 no âmbito do Governo Federal sob a coordenação do Ministério do Meio Ambiente, conta com parceiros financeiros instituições internacionais como o Fundo para o Meio Ambiente Global (GEF), KfW (Banco Alemão de Desenvolvimento) e Fundação Mundial para a Vida Selvagem (WWF).

Fonte: Viagem Brasil

  
  

Publicado por em