Parque Nacional dos Guararapes/PE será espaço ecológico, turístico e cultural

O Parque Histórico Nacional dos Guararapes, no município de Jaboatão, região metropolitana do Recife (PE), será revitalizado com investimentos do governo federal e da iniciativa privada. A área, que foi palco de confrontos entre as forças nacionalista

  
  

O Parque Histórico Nacional dos Guararapes, no município de Jaboatão, região metropolitana do Recife (PE), será revitalizado com investimentos do governo
federal e da iniciativa privada.

A área, que foi palco de confrontos entre as forças nacionalistas e os holandeses invasores, em 1654, será transformada em espaço ecológico, turístico e cultural, nos próximos dois anos.

O primeiro passo para viabilizar a iniciativa foi dado na quarta-feira (3/11) com o lançamento da pedra fundamental do projeto, pelo ministro da Cultura, Gilberto Gil, e o comandante militar do Nordeste, general Roberto Senna, na presença de outras autoridades.

De acordo com o ministro, o plano de modernização de 82 dos 220 hectares que estão sob a guarda do Exército vai impulsionar o turismo e preservar um patrimônio de importância histórica, política e cultural do país.

`O processo de revitalização do parque, que será feito em módulos, é uma idéia louvável pela importância histórica e pelo desenvolvimento de atrativos turísticos`, enfatizou.

O ministro Gil disse que, além disso, será criada uma unidade de reflorestamento e paisagismo, com a reconstituição da flora original. Ele informou que a
administração do empreendimento ficará a cargo da Fundação Cultural Montes dos Guararapes, a ser criada.

O projeto prevê a construção, com investimentos iniciais de R$ 4 milhões, de um conjunto arquitetônico composto por anfiteatro, museu, auditório, restaurante, mirantes e sede administrativa.

A primeira empresa a patrocinar a revitalização do parque é a BASF, que destinará R$ 339 mil até dezembro, com base na Lei Rouanet, de incentivo a cultura. Para Gil, a adesão da multinacional, ao projeto, vai incentivar a participação de outras empresas da iniciativa privada.

A revitalização do parque tem apoio do Iphan - Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, ligado ao Ministério da Cultura, que ficará encarregado de
redimensionar o patrimônio e realizar o levantamento dos imóveis existentes do parque. A população que vive na área e no entorno do parque receberá de programas comunitários de educação, saúde e esporte.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em