Parques e reservas ecológicas do Rio vão receber R$ 10 milhões para infra-estrutura

A primeira unidade a ser beneficiada deve ser o Parque Estadual de Três Picos, na Região Serrana, que ganhará um sub-sede em Teresópolis.

  
  

Parques estaduais, reservas bioecológicas e áreas de proteção ambiental do Rio de Janeiro devem receber, até o final de 2010, cerca de R$ 10 milhões em investimentos de infra-estrutura como construção de sedes, áreas de segurança, centro de visitantes e trilhas. Um levantamento com os problemas das unidades será apresentada nos próximos meses.

A informação foi divulgada sábado (25) pelo diretor de Biodiversidade do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), André Ilha. Segundo ele, o dinheiro virá de um banco alemão, do orçamento do governo, do patrocínio de empresas e de medidas compensatórias, cobradas para instalação de empreendimentos em algumas dessas áreas.

De acordo com Ilha, a primeira unidade a ser beneficiada deve ser o Parque Estadual de Três Picos, na Região Serrana, que ganhará um sub-sede em Teresópolis. Em maio, o governador Sérgio Cabral deve determinar, por meio de decreto, a ampliação do parque em 12 mil hectares, totalizando 58 mil. Depois, a unidade deve receber investimentos que estimulem a visitação.

“Além das estruturas administrativas como alojamentos para guardas e guaritas, pretendemos instalar facilidades para o público familiar. Teremos um camping com amplo estacionamento, mesas para piqueniques, brinquedos e trilhas de dificuldade moderada para que todos possam conhecer o parque”, disse André Ilha.

Para o presidente do Centro Excursionista Teresopolitano, Marcelo Medeiros, a ampliação e as melhorias nos parque da Região Serrana, tendem a estimular os esportes e a preservação da natureza. Ele lembra que, com a criação do Parque Municipal da Serra da Tartaruga, prevista para esse ano, os aventureiros terão mais possibilidades para se divertir.

“Costumamos dizer que somos privilegiados. Para qualquer lado, há coisas para todos os níveis: caminhadas, escaladas. Quem for a Teresópolis tem o que fazer", garante.

Outras unidades abertas a visitação também vão ganhar banheiros, rampas de vôos livres e facilidades para a prática de montanhismo, tradicional nos parque de todo o estado. “Nós contamos com montanhas lindas e propícias para isso como o Parque de Três Rios e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos [na Região Serrana]”, destacou o diretor do Inea.

Fonte: Agência Brasil
Esta notícia está licenciada sob Licença Creative Commons de Atribuição 2.5

  
  

Publicado por em