Associação Seringueira Porto Dias certifica 1a. floresta com manejo de uso múltiplo

A copaíba certificada pelo FSC (Forest Stewardship Council ou Conselho de Manejo Florestal) é destaque hoje (15/04) na abertura da feira Brasil Certificado, evento internacional que acontece de 15 a 17 de abril em São Paulo, no Centro de Eventos Sã

  
  

A copaíba certificada pelo FSC (Forest Stewardship Council ou Conselho de Manejo Florestal) é destaque hoje (15/04) na abertura da feira Brasil Certificado, evento internacional que acontece de 15 a 17 de abril em São Paulo, no Centro de Eventos São Luís, com 200 participantes inscritos da América Latina, Europa e Estados Unidos.

Trata-se do primeiro produto não madeireiro de floresta amazônica em área de manejo comunitário a obter o selo FSC, reconhecido mundialmente pelos mais elevados padrões ambientais, sociais e econômicos. A área é administrada pela Associação Seringueira Porto Dias, no projeto de assentamento do mesmo nome, localizado em Acrelândia, no Acre.

A copaíba é uma espécie rara e seu óleo despertou o interesse das indústrias farmacêutica e cosmética devido a suas propriedades cicatrizante, anti-inflamatória e
diurética. O projeto piloto de copaíba em Porto Dias é desenvolvido em parceria com o Centro de Trabalhadores da Amazônia - CTA e o WWF-Brasil, e teve ainda apoio
do BID e SCA/MMA .

Inicialmente, a atividade envolve oito famílias e a produção alcança cerca de 200 litros de óleo por safra. O óleo de copaíba certificado é comercializado a R$ 40,00 o litro.

A floresta, com 4.209 hectares, foi certificada para manejo de uso múltiplo. Além do óleo de copaíba, a comunidade produz madeira certificada e sementes florestais (estas em processo de certificação).

Mais informações:

Na feira Brasil Certificado, no Centro de Eventos São Luís Rua Luís Coelho 323 (perto do metrô Consolação), no estande do Governo do Estado do Acre, de 15 a 17 de abril

Fonte: WWF-Brasil

  
  

Publicado por em