Aumenta emissão de gases do efeito estufa na Europa

As emissões de gases do efeito estufa na Europa aumentaram em 2001 pelo segundo ano consecutivo. A Agência Européia do Meio-Ambiente (EEA, na sigla em inglês) estima que as emissões aumentaram cerca de 1% entre 2000 e 2001. A União Européia tinha como

  
  

As emissões de gases do efeito estufa na Europa aumentaram em 2001 pelo segundo ano consecutivo. A Agência Européia do Meio-Ambiente (EEA, na sigla em inglês) estima que as emissões aumentaram cerca de 1% entre 2000 e 2001.

A União Européia tinha como meta reduzir as atuais emissões de gases do efeito estufa em 8% (para atingir o nível registrado em 1990) até 2012. Mas, atualmente, a meta parece impossível de ser cumprida.

O compromisso de reduzir a emissão em 8% foi firmado pela União Européia seguindo os temos do Protocolo de Kyoto - o acordo internacional para combater mudanças climáticas.

Protocolo de Kyoto :

Ainda não houve um número suficiente de signatários para ratificar o protocolo e permitir que ele entre em vigor. Há dois anos, o presidente americano, George W. Bush, disse que os Estados Unidos não o ratificariam.

Em seguida, o governo australiano também se negou a ratificar o protocolo. Há dúvidas também quanto à disposição da Rússia em assinar o Protocolo de Kyoto.

Alguns cientistas russos acreditam que as mudanças climáticas mundiais possam ser benéficas para o país. Entre o final de setembro e o início de outubro, Moscou será tema de uma conferência mundial sobre mudança climática.

Constrangimento

O aumento na emissão de gases entre os países europeus é particularmente constrangedor para a União Européia, visto que ela está entre os maiores defensores do Protocolo de Kyoto.

A emissão do principal gás listado no Protocolo de Kyoto - o dióxido de carbono (CO2) - aumentou 1,6% entre 2000 e 2001. Na Alemanha, na França e na Grã-Bretanha, os maiores aumentos na emissão de CO2 ocorreram por causa de emissões a partir de domicílios e de pequenas empresas.

A EEA afirma que as principais razões para o aumento da emissão dos seis gases do efeito estufa em 2001 se deram porque a maior parte dos países europeus enfrentou invernos mais frios. Devido aos invernos rigorosos, mais domicílios utilizaram combustíveis para aquecimento.

Além disso, houve também mais emissões geradas por transportes e por combustíveis fósseis usados em eletricidade e em aquecimento.

Segundo a agência ambiental européia, o inventário das emissões de gases do efeito estufa se baseia em `estimativas e está sujeito a revisões anuais`.

De acordo com a entidade, o elevado aumento da emissão na Áustria (de 4,8%) e na Finlândia (de 7,3%) foram parcialmente causadas por invernos mais rigorosos, mas também por uma maior escassez de chuvas.

O aumento também propiciou um corte na produção hidrelétrica na Finlândia e obrigou o país a importar produtos elétricos de outros vizinhos escandinavos.

Fonte: BBC

  
  

Publicado por em

Josinaldo sabino da silva

Josinaldo sabino da silva

22/08/2008 19:35:05
Na minha opinião o efeito estufa é uma realidade veridíca e que todos sabem mas ninguem acha uma solução plausivel
"todos tem de fazer sua parte"