Bancos criam fundos para comprar direitos de emissões de CO2

O BEI - Banco Europeu de Investimentos e o Banco Mundial lançaram nesta terça-feira (20), em Bruxelas um fundo fiduciário dotado com cerca de US$ 66,5 milhões para comprar direitos de emissões de CO2 e ajudar os pa&iacut

  
  

O BEI - Banco Europeu de Investimentos e o Banco Mundial lançaram nesta terça-feira (20), em Bruxelas um fundo fiduciário dotado com cerca de US$ 66,5 milhões para comprar direitos de emissões de CO2 e ajudar os países europeus a cumprir seus compromissos com o Protocolo de Kyoto.

O FCE - Fundo do Carbono para a Europa será integrado por quatro governos - Portugal, Irlanda, Luxemburgo e região belga de Flandres - e uma empresa, a norueguesa Statkraft, informaram os dois bancos em comunicado.

O fundo comprará direitos de emissão de gases do efeito estufa através de mecanismos estabelecidos no Protocolo de Kyoto a projetos relacionados com o meio ambiente, entre eles os promovidos pelo Banco Mundial.

"Não há solução mágica para os problemas da mudança climática. Precisamos de uma ampla série de iniciativas", disse Simon Brooks, um dos vice-presidentes do BEI. (Efe/ Estadão Online)

Fonte: Ambiente Brasil

  
  

Publicado por em