Biodiversidade Amazônica pode ser decisiva no equilíbrio da balança comercial

Durante o Seminário Internacional Problemática do Uso Local e Global da Água na Amazônia em Belém (PA), o ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral, afirmou que o manejo da biodiversidade amazônica pode ser decisivo para o equilíbrio da balança com

  
  

Durante o Seminário Internacional Problemática do Uso Local e Global da Água na Amazônia em Belém (PA), o ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral, afirmou que o manejo da biodiversidade amazônica pode ser decisivo para o equilíbrio da balança comercial brasileira.

Isso pode ser tanto pela ampliação da pauta de exportações do país, com base em itens de alto valor agregado, quanto pela substituição de insumos trazidos do exterior por produtos ou derivados naturais tirados da fauna e da flora da Amazônia.

“Os povos da Amazônia utilizam cerca de 1,3 mil espécies vegetais para fins medicinais, dos quais apenas 90 são comercializadas”, informou o ministro, acrescentando que “é preciso fazer um grande esforço de desenvolvimento científico e tecnológico para transformar em valores de troca o que por enquanto existe como simples potencialidades”.

Ele lembrou ainda que, quanto à biodiversidade, a Bacia Amazônica é extremamente carente de proteção ambiental e gestão do recurso água.

Fonte: MCT

  
  

Publicado por em