Brasil e Alemanha podem manter programa de preservação ambiental

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, discutiu com a ministra de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha, Heidemarie Wieczorek-Zeul, a continuidade da parceria entre os dois países em programas de proteção ambiental. A Alemanha é o ma

  
  

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, discutiu com a ministra de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha, Heidemarie Wieczorek-Zeul, a continuidade da parceria entre os dois países em programas de proteção ambiental.

A Alemanha é o maior doador do Programa de Proteção às Florestas Tropicais do Brasil (PPG-7). No mais recente acordo, foram destinados 35 milhões de euros para projetos ambientais na Mata Atlântica e para a demarcação de 18 milhões de hectares na Amazônia, dentro do Projeto Arpa.

A ministra alemã afirmou que seu país está disposto a continuar a colaborar com o Brasil. Marina Silva destacou a importância da cooperação entre os dois países.

`O governo brasileiro reconhece e valoriza as experiências desenvolvidas com apoio do governo alemão nos últimos 10 anos. Essas experiências estão sendo avaliadas para que deixem de ser experimentos e sejam transformadas em políticas públicas`, disse.

As ministras conversaram, ainda, sobre o desafio de conciliar a redução da pobreza com a proteção ambiental. Marina Silva informou que programas do PPG-7 na Amazônia têm como objetivo criar alternativas de desenvol
vimento sustentável para comunidades da região.

`A questão da sustentabilidade social, uma das diretrizes do governo, deve estar fortemente ligada à sustentabilidade ambiental`, reforçou a ministra.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em