Brasil é o quarto produtor mundial de transgênicos

O Brasil já é o quarto produtor mundial de OGMs - organismos geneticamente modificados, com cerca de 3 milhões de hectares cultivados com soja transgênica. Os Estados Unidos continuam liderando o ranking, com 42,8 milhões de hectares cultivados, seguidos

  
  

O Brasil já é o quarto produtor mundial de OGMs - organismos geneticamente modificados, com cerca de 3 milhões de hectares cultivados com soja transgênica. Os Estados Unidos continuam liderando o ranking, com 42,8 milhões de hectares cultivados, seguidos pela Argentina (13,9 milhões de hectares), Canadá (4,4 milhões de hectares), Brasil e China (2,8 milhões de hectares).

De acordo com o relatório `Situação Global de Produtos Transgênicos Comercializados: 2003`, elaborado anualmente pelo ISAAA (Serviço Internacional para a Aquisição de Aplicações em Agrobiotecnologia) e que reúne as mais recentes informações sobre as lavouras transgênicas em todo o mundo, em 2003 a área global cultivada com plantas geneticamente modificadas aumentou 15%, passando de 58,7 milhões de hectares para 67,7 milhões de hectares.

Pela primeira vez, Brasil e Filipinas foram incluídos no relatório oficial do ISAAA, aumentando para 18 o número de países que cultivaram os principais produtos transgênicos (soja, milho, canola e algodão) no ano passado: Estados Unidos, Argentina, Canadá, Brasil, China, África do Sul, Filipinas, Índia, Austrália, Uruguai, Indonésia, Bulgária, Romênia, Alemanha, Espanha, México, Honduras e Colômbia.A soja foi o principal produto transgênico cultivado em 2003, com 41,4 milhões de hectares plantados, seguida pelo milho (15,5 milhões), algodão (7,2 milhões) e canola (3,6 milhões de hectares).

As lavouras tolerantes a herbicidas ocuparam 73% da área global (49,7 milhões de hectares); as resistentes a insetos, 18% da área global (12,2 milhões de hectares); e as plantas que aliam as duas funções ocuparam 8%, com 5,8 milhões de hectares.

Segundo o relatório, nos próximos cinco anos a área global com organismos geneticamente modificados deve chegar a 100 milhões de hectares, distribuídos por 25 países.

Fonte:Agência Brasil

  
  

Publicado por em