Brasil já tem US$ 100 mil para combater desertificação no semi-árido

Cem mil dólares já estão garantidos pelo governo federal para combate à desertificação no semi-árido. A informação foi dada na quinta-feira (31/7) pelo secretário Nacional de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, João Bosco Senra, durante reun

  
  

Cem mil dólares já estão garantidos pelo governo federal para combate à desertificação no semi-árido. A informação foi dada na quinta-feira (31/7) pelo secretário Nacional de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, João Bosco Senra, durante reunião da bancada nordestina na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

Os recursos de fontes internacionais serão usados no Plano Nacional de Desertificação.A desertificação afeta hoje mais de 100 países, 1 bilhão de pessoas e a quarta parte dos solos produtivos do planeta.

De acordo com estudos do Instituto Desert, existem quatro áreas no Brasil consideradas núcleos de desertificação, onde é intensa a degradação do meio ambiente. Estas áreas somam cerca de 18 mil quilômetros quadrados e se localizam nos municípios de Gilbués, no Piauí; Seridó, no Rio Grande do Norte; Irauçuba, no Ceará; e Cabrobó, em Pernambuco.

Pelo menos 10% da região semi-árida no Brasil são atingidos pela desertificação que prejudica nove estados nordestinos e o norte de Minas Gerais.

De acordo com o coordenador geral da bancada nordestina, Roberto Pessoa (PL-CE), para resolver o problema dois grupos de trabalho foram criados para tratar de biodiesel e transposição de águas para o semi-árido.

`O biodiesel com o uso de mamona em substituição ao óleo mineral é um forte instrumento para o desenvolvimento do semi-árido`, disse.

Decreto do presidente Lula criou um grupo de trabalho formado por representantes de 12 ministérios para viabilizar o projeto.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em