Buraco da camada de ozônio esta diminuindo

Os estudiosos da universidade do Alabama analisaram dados coletados nos últimos 20 anos na superfície da Terra e por satélites artificiais. A conclusão foi que na parte superior da estratosfera, o limite superior da camada de ozônio, o ritmo de destrui

  
  

Os estudiosos da universidade do Alabama analisaram dados coletados nos últimos 20 anos na superfície da Terra e por satélites artificiais.

A conclusão foi que na parte superior da estratosfera, o limite superior da camada de ozônio, o ritmo de destruição do ozônio diminuiu de forma significativa.

No entanto, os cientistas afirmam que, no atual ritmo, a recuperação completa da camada de ozônio vai demorar ainda, pelo menos, 50 anos.

Fonte: BBC

  
  

Publicado por em