Cetesb vai inaugurar 35ª agência ambiental em Registro-SP

O presidente da CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, Rubens Lara, vai inaugurar a Agência Ambiental do Vale do Ribeira no próximo domingo (30/5), às 10,30 horas, localizada na Rua São Bento, 249, Jardim São Nicolau, no Município de Re

  
  

O presidente da CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, Rubens Lara, vai inaugurar a Agência Ambiental do Vale do Ribeira no próximo domingo (30/5), às 10,30 horas, localizada na Rua São Bento, 249,
Jardim São Nicolau, no Município de Registro.

A nova agência, subordinada à Regional da Bacia da Baixada Santista, Litoral Sul e Vale do Ribeira da CETESB, atenderá aos 16 municípios da região: Barra do Turvo, Cajati, Cananéia, Eldorado, Iguape, Ilha Comprida, Itariri,Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Sete Barras, Iporanga e Tapiraí, além de Registro.

Segundo o engenheiro Sidney Maia de Barcelos, que vai dirigir a agência, a CETESB está atendendo a uma antiga reivindicação da população do Vale do Ribeira, pois `a região está em expansão e é preciso conciliar esse
crescimento, industrial e agrícola, com o devido controle ambiental, para evitar a degradação das áreas preservadas`.

De acordo com o técnico, entre as principais fontes potenciais de poluição encontram-se um complexo industrial em Cajati, que engloba as atividades de fabricação de fertilizantes, mineração e produção de ácido sulfúrico e ácido fosfórico (utilizados na produção de fertilizantes), a própria industrialização de palmito, chá e pescado, produtos bastante típicos da região, e os inúmeros portos de areia encontrados por todo o Vale.

A nova agência do Vale do Ribeira vai começar a funcionar a partir de 31 de maio, no horário das 8 às 17 horas, recebendo solicitações de licenças ambientais prévia, de instalação e de operação, pedidos de Certificados de Aprovação de Destinação de Resíduos Industriais - CADRI e de pareceres técnicos, e também atendendo a reclamações e denúncias da população, além de acidentes ambientais, à semelhança das outras 34 agências regionais da CETESB no Estado de São Paulo.

Fonte: CETESB

  
  

Publicado por em

Silvia

Silvia

28/05/2012 12:44:00
Eu acho muito bom mais uma agência Ambiental. Mas que seja algo que funcione de verdade e que veja as necessidade da população.
Por exemplo, eu sou representante da Associação de moradores no Bairro do Caraminguava, na Cidade de Peruíbe, e há algums anos estamos sofrendo com um terrivel inimigo da saúde, aquele que mata invisivélmente, o " Mau cheiro" na nossa cidade tem uma Empreza chamada Emplan que esta dentro de uma area urbana. Antigamente ela só fabricava lajota de pavimentação;Mas á algums anos vem fabricando Asfalto ou seja queimando pixe pra fazer o Asfalto. E nós que moramos proximo dessa Empresa sofremos muito com o maldito cheiro,cheiro não (fedo mesmo de borracha queimada todo os dia) que nos vem provacando muita dor de cabeça,nausia vomito,ficamos com a cabeça as vezes leve como se estivesemos bebados, deicha o nariz irritado,provoca falta de ar,sem conta com o barulho irritante que temos que ouvir dorante todo o funcionamento que as vezes começa de madrugada.
Eu e varios visinhos que tem o conhecimento da Emresa buscamos ajuda de todas as formas na nossa prefeitura aqual alega que não pode fazer nada porque a Empresa esta em uma divisa da nossa Cidade com mas na divisa do minicipio de Itariri, Ja buscamos ajuda nos veiculos de comunicação como jornais, tv tribuna,jornais municipais, nas Cetesb de santos ,de SP e de Registro tambem, mas até agora continuamos na mesma e tudo que tivemos de resposta é que a Empresa tem Outorização da Cetesb pra funcionar.Agora eu ti pergunto a Cetesb da autorização pra matar.Porque o que eu ja pesquisei é que a fabricação de Asfalto é altamente toxíco e prejudicial a saúde. precisamos de Juda,preciso de respota principalmente da Cetesb. Desde ja obrigada.

Obs: Estive com dois representantes de um jornal local fazendo uma verificação ao redor do local e percebemos que os funcionários estavam trabalhando sem máscara de proteção. Isso é correto?