China fortalecerá parcerias com o Brasil em C&T

`O fortalecimento de ações de ciência e tecnologia para o desenvolvimento do setor agrícola é a solução para enfrentar os desafios alimentares impostos pela alta densidade populacional na China`. A afirmação é de um dos líderes do Partido Comunista Ch

  
  

`O fortalecimento de ações de ciência e tecnologia para o desenvolvimento do setor agrícola é a solução para enfrentar os desafios alimentares impostos pela alta densidade populacional na China`.

A afirmação é de um dos líderes do Partido Comunista Chinês (PCCH), Zhang Dejiang, que visitou a Embrapa Recursos Genéticos – uma das 40 unidades de pesquisa da Embrapa, localizada em Brasília, DF - no dia 18 de novembro, acompanhado do Embaixador daquele país no Brasil, Jiang Yuande, e de uma comitiva de mais de 20 pessoas.

Dejiang, que é o secretário geral do Comitê do Partido na província de Guangdong, de maior poderio econômico da China, e membro do diretório político do comitê central, afirmou que `o Brasil está muito avançado no desenvolvimento de pesquisas na área agrícola e, por isso, há muito interesse da China em firmar parcerias, especialmente relacionadas à engenharia genética de plantas e ao estudo do genoma de arroz`.

Segundo o secretário geral, a província de Guangdong é uma das mais desenvolvidas do país no setor agrícola, resultado de mais de 20 anos de investimentos em pesquisa.

`Graças à ciência e tecnologia, alcançamos um crescimento de 20% na produção agrícola nos últimos anos, com um aumento de apenas 2% na área agricultável`, ressaltou Dejiang lembrando que ainda assim precisam importar cerca de cinco milhões de toneladas de alimentos de outras províncias chinesas para suprir as necessidades alimentares da população.

Segundo ele, as ações de C&T na agricultura representam o único caminho possível para a autonomia da província de Guangdong e do país. Por isso, o objetivo da vinda da comitiva ao Brasil, e mais especificamente, à Embrapa, foi identificar áreas de pesquisa para o estabelecimento de parcerias entre os dois países.

Durante a visita à Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, na qual foram recebidos pelo diretor executivo da Empresa, Gustavo Chianca, e pelo chefe geral da Unidade, Luiz Antonio Barreto de Castro, Dejiang e sua comitiva conheceram as pesquisas desenvolvidas para transformação genética de plantas, que foram apresentadas pelo pesquisador Francisco Aragão. Ele já esteve na China para um treinamento e demonstrou muito interesse em desenvolver parcerias com aquele país.

Os visitantes conheceram também os estudos com genomas de várias espécies, com interesse especial no arroz, para as pesquisas genômicas e de melhoramento genético dessa gramínea, que já são desenvolvidas em parceria entre os dois países.

Fonte: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

  
  

Publicado por em