Cidadão libera em média 2 toneladas de gás carbônico por mês na atmosfera

Irene Lôbo Repórter da Agência Brasil Brasília - A organização não-governamental (ONG) Iniciativa Verde calcula que cada cidadão libera em média 2,07 toneladas de gás carbôni

  
  

Irene Lôbo
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A organização não-governamental (ONG) Iniciativa Verde calcula que cada cidadão libera em média 2,07 toneladas de gás carbônico ou dióxido de carbono na atmosfera por mês.

Na página eletrônica da ONG (www.thegreeninitiative.com), é possível calcular a emissão individual dos gases que causam o efeito estufa e a quantidade de árvores que cada pessoa deveria plantar para neutralizar isso. O cálculo leva em consideração o consumo de energia elétrica, de gás de cozinha e o tipo de transporte utilizado.

Em relação ao consumo de energia elétrica, a ONG considera que o consumo médio por pessoa é de 100 quilowatts-hora por mês, o que gera uma emissão de 0,32 tonelada de CO². Por ano, a emissão passa a ser de 3,84 toneladas desse gás por habitante.

Sobre o consumo de gás de cozinha por pessoa, o levantamento mostra que no Brasil a média é de quatro milímetros cúbicos por mês (ou três botijões por ano), o que perfaz uma média de 0,20 tonelada de CO². Por ano, a emissão é de 2,4 toneladas.

Por último, a ONG considerou a média de combustível fóssil (petróleo e derivados) queimado por habitante, levando em conta que cada pessoa percorre cerca de 850 quilômetros por mês. Em um carro pequeno movido a gasolina, com motor até 1.4, cada pessoa liberaria 1,55 tonelada de CO² na atmosfera por mês, ou 18,6 toneladas por ano.

Resumindo, se uma pessoa consumir esses valores médios de energia elétrica, de gás e de combustível, estará liberando na atmosfera 2.07 toneladas de gás carbônico por mês, em média, ou 24,84 toneladas por ano. Para compensar esses níveis de emissões, a Iniciativa Verde recomenda que cada cidadão plante 14 árvores por mês ou 168 por ano, já que as árvores absorvem o gás carbônico.

Se você achou essa meta difícil de cumprir, saiba que existe outra maneira de compensar o meio ambiente: diminuir a emissão do dióxido de carbono pessoal na atmosfera. O diretor da Iniciativa Verde, Osvaldo Martins, recomenda que se consuma menos de tudo. Segundo ele, o que vai mudar o atual quadro de emissão de gases é a mudança de comportamento.

“Primordialmente o que a gente deveria fazer é consumir menos de tudo. Diminuir desde o nosso consumo de energia elétrica, apagando a luz quando sai de um ambiente, substituindo o nosso chuveiro elétrico por um aquecimento mais eficiente, utilizando mais o transporte público, dando carona para pessoas, tentando otimizar o uso dos recursos naturais, reduzindo o consumo e consumindo de maneira mais consciente”.

FONTE: Agência Brasil

  
  

Publicado por em