Cientistas pesquisam diversidade e produtividade do fitoplâncton marinho

O padrão de diversidade biológica encontrado no fitoplâncton marinho, além de ser bastante semelhante em diferentes partes do mundo, é ainda muito parecido ao observado em populações terrestres. Nos oceanos, segundo um estudo apresentado na edição des

  
  

O padrão de diversidade biológica encontrado no fitoplâncton marinho, além de ser bastante semelhante em diferentes partes do mundo, é ainda muito parecido ao observado em populações terrestres.

Nos oceanos, segundo um estudo apresentado na edição desta semana da revista Nature, o ponto máximo de diversidade registrado no fitoplâncton ocorre quando a produtividade daquela comunidade se estabiliza em níveis intermediários.

O resultado, obtido por um trio de pesquisadores europeus, é relevante. Os cientistas, apesar de conhecerem melhor os mecanismos que contribuem para a diversidade biológica terrestre, ainda têm poucas informações de como esses mesmos processos agem embaixo d´água.

O que a pesquisa européia mostra :

Xavier Irigoien, do Centro Basco de Pesquisa em Pesca e Tecnologia Marinha, da Espanha, é o principal autor do estudo, é que esses padrões determinantes para a diversidade biológica estudados na ecologia terrestre podem ser aplicados também na ecologia marinha. Mais de 350 amostras, de vários oceanos do mundo, foram analisadas.

Além do padrão máximo de diversidade estar relacionado com a produtividade média, os pesquisadores também detectaram que, quando a primeira variável cai, a segunda segue o mesmo padrão.

Se a produtividade cresce muito, entretanto, como os predadores vão ter mais chances de capturar as suas presas, a diversidade daquela comunidade volta a baixar.

Os nutrientes disponíveis, as condições ambientais e os diferentes tipos de hábitats presentes dentro de uma mesma comunidade são itens que ajudam a explicar porque a produtividade média de uma população implica em uma alta diversidade.

O estudo publicado agora também mostrou que não existe uma relação direta entre os índices de diversidade do fitoplâncton e do zooplâncton , o primeiro grupo é predado pelo segundo. Mais uma pergunta que terá que ser respondida por estudos futuros.

Fonte: Agência Fapesp


  
  

Publicado por em