Começou a exportação de mogno doado para movimentos sociais

Começou a ser exportado, no domingo (24/8), para os Estados Unidos, a primeira parte do mogno apreendido pelo Ibama no Pará, entre 2001 e 2002, e doado pelo Ministério do Meio Ambiente à movimentos sociais da região afetada pela exploração ilegal, através

  
  

Começou a ser exportado, no domingo (24/8), para os Estados Unidos, a primeira parte do mogno apreendido pelo Ibama no Pará, entre 2001 e 2002, e doado pelo Ministério do Meio Ambiente à movimentos sociais da região afetada pela exploração ilegal, através da Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (Fase).

A Cikel Brasil Verde S.A, empresa certificada com selo verde, iniciou sexta-feira (22/8), em Belém (PA), o embarque de 584 metros cúbicos de madeira beneficiada.

A partir de então, a cada 15 dias deverá ser embarcado o restante do lote de, aproximadamente, 2.500 metros cúbicos já negociados.

No Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e a ministra Marina Silva anunciaram que 14 mil metros cúbicos do mogno apreendido pelo Ibama, que se encontram no município de Altamira, no Pará, seriam destinados a movimentos sociais da região.

A verba obtida será aplicada em um fundo privado, administrado pela Fase, que com o acompanhamento do Ministério Público, irá apoiar projetos de desenvolvimento sustentável local, não voltados ao desmatamento.

A Fase associou-se à Fundação Viver Produzir e Preservar, que congrega mais de 100Organizações sociais, igrejas, sindicatos e povos indígenas na região da Transamazônica e do Xingu.

Fonte: MMA

  
  

Publicado por em