Comissão coordenará plano nacional de áreas protegidas

A Comissão Coordenadora do PNAP - Plano Estratégico Nacional de Áreas Protegidas foi instalada no dia 7 de junho durante as comemorações da Semana do Meio Ambiente. O evento ocorreu no Teatro Plínio Marcos, da Funarte, em Brasília, e contou com a presenç

  
  

A Comissão Coordenadora do PNAP - Plano Estratégico Nacional de Áreas Protegidas foi instalada no dia 7 de junho durante as comemorações da Semana do Meio Ambiente. O evento ocorreu no Teatro Plínio Marcos, da Funarte, em Brasília, e contou com a presença da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

Na ocasião foi assinado acordo de cooperação para implementação do PNAP, instituído por decreto do presidente Lula. A Comissão é representada pelos governos federal, distrital, estaduais e municipais, povos indígenas, comunidades quilombolas e extrativistas, setor empresarial e sociedade civil.

Segundo prevê o decreto, a Comissão terá como função coordenar a implementação do PNAP, que apresenta os objetivos, metas e estratégias para as áreas terrestres e marinhas do SNUC - Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, além de estratégias para integrar as demais áreas protegidas, terras indígenas e territórios quilombolas, num sistema ecologicamente representativo e efetivamente manejado até 2015.

Elaborado pelo Ministério do Meio Ambiente, o PNAP passou por consulta pública nos meses de janeiro e fevereiro e sua recomendação ao governo federal foi aprovada pelo Conama - Conselho Nacional do Meio Ambiente, em reunião realizada em Curitiba (PR), em março.

A proposta é considerada fundamental para pactuação das metas que permitirão ao País reduzir a perda de biodiversidade, por meio da consolidação de um sistema ampliado de áreas protegidas.

O Plano é um compromisso assumido pelo governo brasileiro para implementação do Programa de Trabalho sobre Áreas Protegidas da CDB - Convenção sobre Diversidade Biológica e das deliberações da 1ª Conferência Nacional de Meio Ambiente.

O PNAP é resultado de um processo de construção que teve início em 2004, com a assinatura de um protocolo de intenções entre o Ministério do Meio Ambiente e um conjunto de organizações não-governamentais e movimentos sociais, nacional e internacional.

Durante o evento, o Ministério do Meio Ambiente lançou o vídeo Áreas Protegidas - Uma Nova História da Conservação no Brasil. O vídeo aborda a importância da sociodiversidade brasileira na conservação dos recursos da biodiversidade, a partir das iniciativas de uso sustentável de recursos naturais.

Promovido pela Diretoria de Áreas Protegidas, da Secretaria de Biodiversidade e Florestas, o evento integrou as comemorações da Semana do Meio Ambiente. Após a exibição do vídeo, foi realizado um debate aberto ao público e com a participação de convidados. O vídeo foi realizado pelo MMA, com apoio técnico do Ibama e do Instituto Socioambiental, e produzido pela Pindorama Filmes.

Fonte: MMA

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em