Notícias > Ambiente > Consumo consciente > 

Gás natural veicular representa vantagens para o consumidor e para o País

A utilização do Gás Natural Veicular (GNV) apresenta diversas vantagens econômicas e ambientais. Além de emitir menos poluentes, este combustível pode gerar uma economia para os consumidores de até 70% em relação a gasolina. O GNV também representa um ben

14 de Outubro de 2003.
Publicado por Equipe EcoViagem  

A utilização do Gás Natural Veicular (GNV) apresenta diversas vantagens econômicas e ambientais. Além de emitir menos poluentes, este combustível pode gerar uma economia para os consumidores de até 70% em relação a gasolina. O GNV também representa um benefício econômico para o País.

“Com este combustível, o Brasil pode reduzir a importação de GLP e de petróleo”, explica Geraldo Rangel, vice-presidente da AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva).

Além disso, com as descobertas de jazidas de gás no Brasil, estas vantagens tornam-se ainda maiores. “O reservatório de gás, encontrado na Bacia de Santos, no litoral de São Paulo, teve o volume reavaliado. Com o novo cálculo, estima-se que as reservas brasileiras de gás cheguem a 630 bilhões de m3. Com isso, os consumidores estarão mais confiantes para optar por este combustível”, comenta Rangel.

Atualmente, estima-se que a frota movida a GNV no Brasil seja superior a 500 mil veículos, sendo que grande parte circula no Rio de Janeiro (RJ). Este índice faz com que o País ocupe a segunda posição no ranking mundial dos automóveis que utilizam o combustível. O consumo brasileiro é de 28,5 milhões de m3/dia. Mesmo com este volume, o gás representa apenas 3% da matriz energética brasileira. Já o consumo mundial é de cerca de 20%.

Durante o seminário sobre o tema, promovido pela AEA, especialistas discutiram as expectativas para este combustível. “Para os próximos anos, visamos um crescimento da utilização de GNV, passando de 5% para 25% do consumo de combustíveis no Brasil, com uma frota de aproximadamente 1 milhão de veículos”, analisa Rangel.

Os ônibus urbanos dos centros metropolitanos serão o principal foco na substituição do diesel pelo GNV. “Os ônibus movidos a gás natural representam melhorias na questão ambiental, já que os veículos com este combustível poluem menos que os movidos a diesel”, finaliza o vice-presidente da AEA.

Fonte: Printer Press

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários


 

Veja também

Greenpeace encerra tour de consumidores com protesto em supermercadoObra literária estimula o consumo consciente

 

editar    editar    editar    481 visitas    0 comentários