Pará implanta programa para garantir a qualidade do açaí para o consumidor

O Governo do Estado do Pará, em parceria com o Sebrae, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Banco do Cidadão e Caixa Econômica Federal, entre outras instituições, implanta o Programa Est

  
  

O Governo do Estado do Pará, em parceria com o Sebrae, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Banco do Cidadão e Caixa Econômica Federal, entre outras instituições, implanta o Programa Estadual de Qualidade do Açaí.

O objetivo é estabelecer práticas higiênico-sanitárias para a manipulação e comercialização do produto, garantindo maior qualidade para o consumidor.

Entre as ações previstas estão fiscalização, inspeção, monitoramento e educação continuada nos diversos segmentos da cadeia produtiva do açaí.

Segundo a diretora do Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Executiva de Saúde Pública do Pará (Sespa), Janilene Nascimento, a idéia é trabalhar toda a cadeia para melhorar a qualidade do produto.

O trabalho vai envolver produtores, transportadores, feirantes, manipuladores, agroindústrias e até profissionais que atuam na comercialização do produto.

`O açaí é muito importante para a população paraense. Esse programa assegura a qualidade em toda a cadeia produtiva alcançando tanto o mercado interno, quanto o mercado externo`, diz Janilene.

Inicialmente, o programa será implantado nos municípios de Belém, Ananindeua, Abaetetuba, Igarapé Miri e Abaetetuba. A estimativa é que mais de 3 mil pessoas sejam capacitadas.

Segundo a Janilene, o programa oferece condições para produtores, batedores e até mesmo consumidores receberem instruções para a adoção de boas práticas na manipulação do produto.

Outra ação de destaque é a viabilização de linhas de financiamento para micro e pequenos negócios. As parcerias com instituições financeiras têm o objetivo de oferecer crédito necessário para a criação de estruturas adequadas de produção.

`O apoio para a estrutura será essencial na complementação do programa. Esse amparo vai permitir que os batedores adquiram os espaços necessários para a apropriação de sua produção`, diz Thelma Araújo, chefe da Divisão de Controle da Qualidade de Alimentos da Sespa.

De acordo com um levantamento realizado pela Sespa, o estado do Pará é o maior produtor nacional de açaí. Diariamente são comercializados cerca de 200 mil litros de açaí, na capital, Belém. Durante a safra, que vai de julho a dezembro, o consumo ultrapassa a 150 mil litros diários.

As metas do programa para este ano envolvem cadastramento dos manipuladores, apoio para a criação de organizações sociais e treinamento de 150 multiplicadores dos municípios por meio de reuniões e palestras. Também está prevista a distribuição de 13 mil cartilhas educativas de Boas Práticas na Agricultura e de Boas Práticas na Produção.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em

Felipe21

Felipe21

8/2/2012 15:49:34
Em 2012 o projeto tem continuidade?

Claudionor Colares Batista

Claudionor Colares Batista

21/10/2011 14:17:28
A preocupação com a qualidade do açaí é muito importante para que haja uma segurança e tranquilidade na hora do consumo.