Convênios com universidades permitirá o desenvolvimento de pesquisas em eficiência energética

A Eletrobrás assinou ontem(16/06,em Brasília, convênios com 19 universidades para o desenvolvimento de pesquisas em eficiência energética. Os R$ 5,2 milhões serão aplicados em laboratórios com foco na eficiência energética e que estão concentrados em três

  
  

A Eletrobrás assinou ontem(16/06,em Brasília, convênios com 19 universidades para o desenvolvimento de pesquisas em eficiência energética. Os R$ 5,2 milhões serão aplicados em laboratórios com foco na eficiência energética e que estão concentrados em três áreas de conhecimento: instalações elétricas, aplicações industriais e edificações.

Na primeira, o objetivo é estimular práticas de combate ao desperdício e uso eficiente de energia; na segunda, a avaliação e melhoria do desempenho dos sistemas motrizes (motores, bombas, compressores,ventiladores, exaustores e acionamentos), que são os maiores
consumidores de energia nas indústrias.

Finalmente, na área de edificações, a meta é aperfeiçoar o ensino de conforto ambiental e estimular o desenvolvimento de materiais e técnicas construtivas que levem a edificações energeticamente eficientes.

A cada semestre, cerca de 600 alunos de graduação serão beneficiados pelo uso dos laboratórios. O estudo da eficiência energética é multidisciplinar, e, por isso, as pesquisas podem ser preparadas por estudantes de várias áreas, como engenharia elétrica, engenharia mecânica, engenharia de produção, engenharia civil e arquitetura. Os laboratórios também permitirão pesquisas de mestrado e doutorado.

“Na assinatura de um convênio sempre duas mãos se juntam.Ao assinar estes 19 convênios, a Eletrobrás está oferecendo as mãos para as universidades brasileiras a fim de que possamos investir no estudante brasileiro”, afirmou Aloísio Vasconcelos, diretor de Departamento de Projetos Especiais e Desenvolvimento Tecnológico e Industrial da Eletrobrás.

Fonte: Agência Eletrobrás

  
  

Publicado por em