Fórum empresarial debate gestão estratégica da biodiversidade

A troca de experiências dos fóruns possibilita enxergar riscos e oportunidades relacionadas ao capital natural

  
  

Incorporar o capital natural na cadeia de valor e internalizar externalidades ambientais são temas centrais dos dois fóruns de debates que o projeto TEEB para o Setor de Negócios Brasileiro, da Conservação Internacional (CI-Brasil), realiza hoje, terça-feira, 19 de novembro, em São Paulo.

Voltado para a sustentabilidade empresarial, o evento debate a inserção da biodiversidade e serviços ecossistêmicos nos negócios como forma de agregar valor para a empresa e a sociedade, assegurando a conservação destes recursos.

“As empresas demonstram um grande interesse em entender melhor a relação de suas atividades com a biodiversidade e os serviços ecossistêmicos, pois sabem que a manutenção destes recursos é fundamental para a sustentabilidade de seus negócios.

A troca de experiências dos fóruns possibilita enxergar riscos e oportunidades relacionadas ao capital natural”, afirma a coordenadora do projeto TEEB para o Setor de Negócios Brasileiro, Helena Pavese.

O evento está dividido em dois fóruns. O primeiro, realizado pela manhã, aborda o tema “Incorporação do Capital Natural na Cadeia do Valor” e irá reunir as empresas Walmart, JBS, Cargill, Danone, Rabobank, Marfrig e Agropalma.

O debate será em torno da cadeia de fornecedores e as iniciativas de cada empresa para torná-la mais sustentável, como o pacto de sustentabilidade firmado entre o Walmart e seus fornecedores, que incorpora a questões socioambientais da Amazônia e incentivos a produtores locais.

Na parte da tarde, o segundo fórum aborda “Como internalizar externalidades ambientais?”, uma das questões centrais em torno do novo modelo de negócio proposto para as empresas.

O debate será precedido por uma palestra da consultoria inglesa Trucost, representada pelo seu diretor de Finança Ambiental, Neil McIndoe. Reconhecida no cenário internacional, a Trucost é responsável pela valoração de externalidades de grandes companhias, como por exemplo a empresa de material esportivo Puma.

Entre os dois fóruns, no horário do almoço, será lançado o livro “Internalização das Externalidades Ambientais”. Organizado pelos professores Carlos Arruda e Flávia Carvalho, ambos da Fundação Dom Cabral, o livro traz artigos sobre inovações ambientais, como tratamento de efluentes, uso de algas para descontaminação de águas residuais, utilização da macaúba para produção de biodiesel, entre outras.

A primeira edição do Fórum de Debates TEEB para o Setor de Negócios Brasileiros aconteceu em maio de 2013, com o tema “Desafios para a inclusão do capital natural na gestão corporativa” contemplando a inserção da biodiversidade em processos e estratégias empresariais.

A atual edição do Fórum conta com o apoio institucional do Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP), Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Serviço

Fóruns de Debates TEEB para o Setor de Negócios Brasileiro

Terça-feira, 19 de Novembro de 2013 - 8h30 às 17h

Local: FEBRABAN - Avenida Brigadeiro Faria Lima, 1485 - 12o andar

Pinheiros, São Paulo / SP

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: João Gonçalves

  
  

Publicado por em