Departamento de Meio Ambiente busca modelo ambiental no Tropical das Cataratas

O Departamento de Meio Ambiente deu no dia 15/3, um passo em busca de experiências ecologicamente corretas bem sucedidas Foz do Iguaçu. Representantes do órgão fizeram uma visita oficial ao Tropical das Cataratas, onde o tratamento de resíduos recebe aten

  
  

O Departamento de Meio Ambiente deu no dia 15/3, um passo em busca de experiências ecologicamente corretas bem sucedidas Foz do Iguaçu. Representantes do órgão fizeram uma visita oficial ao Tropical das Cataratas, onde o tratamento de resíduos recebe atenção redobrada por tratar-se de um hotel dentro do Parque Nacional do Iguaçu.

A visita foi coordenada pelo diretor, Irineu Rodrigues Ribeiro; pela chefe de Divisão de Educação Ambiental, Iracema Ceruti; e pelo assessor Marcos Silva. A missão teve como objetivo conhecer o funcionamento do estabelecimento, pioneiro na adoção de políticas ecológicas, iniciativa que resultou na primeira

Durante duas horas, a comitiva conheceu in loco as dependências do hotel, desde o programa de informática responsável pela modernização do Sistema de Gestão Sócio Ambiental e de Qualidade à infra-estrutura encarregada pela conservação de recursos hídricos e energéticos. A medida resultou, por exemplo, na economia do consumo de energia e água.

“O programa tem 80 indicadores a serem cumpridos. Tudo é observado. Qualquer anormalidade, gera ou uma ação preventiva ou uma corretiva”, informou o engenheiro Cláudio Dotto, chefe de Manutenção do Tropical das Cataratas, que, ao lado do gerente-geral, José Acir Borges, detalhou a administração do modelo à comitiva da prefeitura.

Ribeiro demonstrou interesse pelos resultados obtidos quanto ao controle de resíduos gerados, ao consumo de energia elétrica, ao consumo de água, triagem de materiais recicláveis, conscientização ambiental dos funcionários, além dos investimentos feito pela rede.

Segundo o diretor, o controle da destinação dos resíduos líquidos e sólidos, como o esgoto, as lâmpadas, pilhas, baterias, papel, madeira, óleo de cozinha, óleo de motores e resíduos orgânicos. Em sua opinião, o Tropical das Cataratas “está de parabéns, pois, além de ajudar a preservar o meio ambiente despertar consciência ecológica em seus funcionários”.

“O Departamento de Meio Ambiente levará a experiência para outros estabelecimentos do setor e outras empresas de Foz do Iguaçu”, assegurou a chefe de Divisão de Educação Ambiental, Iracema Ceruti, após saber que o hotel trata de 100 a 130 mil litros de água diariamente antes de devolver o líquido ao meio ambiente.

O órgão aproveitou a ocasião para apresentar informalmente uma proposta de parceria entre o município e o hotel no Prêmio Professor Destaque Ambiental 2005 (a iniciativa busca debater problemas e apresentar ações construtivas). O Tropical, que já apoiou edições anteriores da iniciativa, vai analisar o pedido.

Fonte: Grampo Comunicação

  
  

Publicado por em