Economize energia nesse verão com dicas simples, mas eficazes

No verão, os ventiladores, ar-condicionados e freezers são acionados para ajudar a aliviar o calor comum desta estação

  
  
No intuito de te ajudar a economizar e ao mesmo tempo não sofrer com o calor, separamos algumas dicas simples listadas pelo Procel, que podem auxiliar na redução

No verão, os ventiladores, ar-condicionados e freezers são acionados para ajudar a aliviar o calor comum desta estação. O problema é que a utilização excessiva de todos eles podem ampliar significativamente o aumento de energia.

No intuito de te ajudar a economizar e ao mesmo tempo não sofrer com o calor, separamos algumas dicas simples listadas pelo Procel, que podem auxiliar na redução.

Tome banho frio: aproveite para tomar banhos frios. Além de aliviar o calor, isso reduz o gasto comum de um chuveiro elétrico.

Desligue o ar-condicionado quando possível: uma boa hora é meia hora antes do fim do expediente e na hora do almoço. E quando ele estiver ligado, evite deixar portas abertas e a penetração do sol no ambiente, fechando cortinas e persianas.

Abra as janelas: aproveite a iluminação e ventilação natural.

Evite abrir a geladeira toda hora: retire de uma só vez tudo o que precisa. Além disso, ela não deve ficar próxima de lugares quentes, como fogão ou janelas que batem sol.

Nunca deixe seu aparelho "dormir" carregando: dê a carga necessária e retire-os da tomada. Para câmeras digitais que não usam pilhas, aplica-se a mesma regra do celular. Só carregue o tempo necessário especificado no manual.

Quando não estiver usando, mantenha o computador desligado: dê preferência aos notebooks que consomem menos energia. Não deixe os acessórios do computador (impressora, scanners etc.) ligados sem necessidade.

Opte por equipamentos mais eficientes: escolha aparelhos com classificação ‘A’ no Programa Brasileiro de Etiquetagem do Inmetro, quando for o caso, ou identificados com o Selo Procel, da Eletrobrás.

Se possível, não use aparelhos elétricos durante o horário de pico: evite o horário de maior consumo de energia, entre 18h e 21h.

Fonte: EcoD

  
  

Publicado por em