Empresas cearenses inovam com práticas sustentáveis

Empreendimentos cearenses doam óleo de cozinha usado para a produção de biodiesel para minimizar os impactos ambientais de suas atividades comerciais

  
  
Rede de Catadores do Ceará – Duóleo para a doação do óleo de cozinha utilizado no preparo dos alimentos

Conhecido pelas belas praias que se mostram no colorido das areias do Morro Branco e na água doce que brota das falésias na Praia das Fontes, o município de Beberibe, distante cerca de 80 km da capital, reúne um grupo de empreendedores do setor do turismo preocupados com a sustentabilidade do destino e de seus negócios.

Uma das formas encontradas por esses empresários para minimizar os impactos ambientais de sua atividade foi a realização de uma parceria com a Rede de Catadores do Ceará – Duóleo para a doação do óleo de cozinha utilizado no preparo dos alimentos.

Tudo começou em setembro deste ano, quando a Duóleo recebeu a demanda para fazer a coleta de óleo de dois hotéis na Praia das Fontes. A rede, localizada em Fortaleza, avaliou que o custo de coletar o óleo gerado por apenas dois empreendimentos em Beberibe não valia à pena. Foi então que teve início uma forte articulação e um intenso trabalho de sensibilização com o trade turístico da cidade para que mais empresas aderissem à ideia e pudessem, dessa forma, viabilizar a coleta coletiva do óleo.

Em 18 de setembro, a Duóleo realizou a primeira coleta em Beberibe e arrecadou 800 litros de óleo de oito empreendimentos, sendo quatro meios de hospedagem e quatro barracas de praia. Em 31 de outubro, na segunda coleta, o volume arrecadado de óleo subiu para 1,5 mil litros de óleo.

Todo esse óleo serve de matéria-prima para a fabricação de biodiesel, combustível renovável e biodegradável. Isso é possível graças a uma parceria com a Petrobras, que incluiu a Duóleo em sua cadeia de suprimentos garantindo, assim, a compra do óleo coletado pela rede. O resíduo arrecadado é transportado para a Usina de Biodiesel de Quixadá e é transformado em energia limpa, o que contribui para a preservação do meio ambiente.

A rede fornece às empresas doadoras declaração comprovando a doação e o uso do óleo coletado na fabricação de biodiesel. Com o papel em mãos, as empresas comprovam para a Vigilância Sanitária o destino correto do óleo. Além disso, essa declaração serve para o balanço social da empresa e de documento comprobatório na candidatura a prêmios de responsabilidade ambiental.

Diferencial
“Para as empresas que aderem a esse projeto, a doação de óleo se apresenta como um diferencial competitivo. E vai além. É uma prova do compromisso com o meio ambiente, com o planeja, com as gerações futuras e, no caso das empresas da cadeia produtiva do turismo, uma prova de engajamento na sustentabilidade do destino”, afirma a gestora dos projetos de turismo do Sebrae no Ceará, Evelyne Tabosa.

De acordo com ela, o papel do Sebrae é incentivar a adoção de práticas sustentáveis nas empresas de pequeno porte e mostrar que isso é possível, independentemente do porte da empresa, já que ainda existe o mito de que ações de sustentabilidade ambiental são restritas aos grandes empreendimentos.

“Para chegar a Beberibe, o carro de coleta da rede passa pelos municípios de Aquiraz, Pindoretama e Cascavel, que são outros destinos turísticos onde há uma grande quantidade de empresas do turismo que podem também participar com a doação de óleo. Vamos atuar intensamente para sensibilizar essas empresas a participarem também, já que se trata de uma ação sem custos, que envolve apenas boa vontade”, completa.

O Sebrae no Ceará apoia a Duóleo não só promovendo a aproximação dos catadores com os empresários do setor de alimentos, mas também oferecendo capacitações gerenciais aos catadores associados para que o negócio prospere cada vez mais. O trabalho é realizado por meio da empresa de consultoria Trilha.

Responsabilidade
Uma das empresas participantes da iniciativa é o Hotel Parque das Fontes. A diretora do empreendimento, Talita Leite, conta que a empresa já tinha o hábito de fazer a doação de óleo antes mesmo da parceria com a rede Duóleo, mas não era uma ação sistemática. “Nós já vínhamos trabalhando a questão da responsabilidade ambiental e nos envolvemos nessa iniciativa porque vimos que é um trabalho sério e que o óleo recebe a melhor destinação possível. Percebemos que era algo vantajoso para todos: meio ambiente, sociedade, para o hotel e para os catadores”, declarou.

Fonte: Agência Sebrae

  
  

Publicado por em