Encontro Verde destaca importância da prática sustentável

As iniciativas em favor do meio ambiente devem ser acompanhadas de legislação rigorosa para impedir crimes ambientais e para incentivar práticas sustentáveis no campo e nas cidades. Essa foi a principal conclusão dos convidados que participaram na tarde d

  
  

As iniciativas em favor do meio ambiente devem ser acompanhadas de legislação rigorosa para impedir crimes ambientais e para incentivar práticas sustentáveis no campo e nas cidades. Essa foi a principal conclusão dos convidados que participaram na tarde desta quarta-feira do 6º ENCONTRO VERDE das Américas - Conferência das Américas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Durante o evento, foram apresentados relatos de iniciativas em prol do desenvolvimento sustentável no Brasil, Israel e Bélgica.
Entre as iniciativas brasileiras, um dos destaques foi apresentado pelo coordenador de Articulação Externa, Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Petrobras, Flávio Torres. Ele relatou a experiência da estatal com a implantação do Programa de Excelência em Gestão Ambiental e Segurança Operacional, no qual já foram investidos R$ 9,2 bilhões. O objetivo do programa é implementar medidas preventivas para evitar acidentes ecológicos e financiar auditorias ambientais.

Fóruns internacionais
O diretor do Programa Nacional de Conservação da Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, Paulo Yoshio Kageyama, destacou a participação do Brasil nos fóruns internacionais sobre meio ambiente a partir da década de 1970. Como exemplo mais recente, ele citou a Conferência das Partes 8 (COP 8), realizada no Brasil em março deste ano. A COP é o órgão supremo decisório no âmbito da Convenção sobre Diversidade Biológica da Organização das Nações Unidas (ONU). As decisões da COP têm força de lei. "A participação do Brasil foi muito relevante na COP 8", resumiu.

Exemplos internacionais
A embaixadora de Israel no Brasil, Tzipora Rimon, relatou as experiências positivas de seu país na área ambiental, destacando a política nacional de recursos hídricos e as leis para proteção da fauna e da flora. "Em Israel, o meio ambiente é uma questão de Estado, e a solução que o governo encontrou foi adotar leis rigorosas para impedir a devastação", declarou.
O embaixador da Bélgica no Brasil, Johan Ballegeer, destacou o interesse de seu país na cooperação com o Brasil para a produção de biocombustíveis e destacou as medidas adotadas pelo governo belga para reduzir emissão de gases poluentes.
O diretor-executivo do Greenpeace, Frank Guggenheim, acrescentou que a redução de emissão de gases poluentes deve ser prioridade em todos os países, pois as alterações climáticas produzem efeitos globais.

Projetos locais
A representante da Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável (Asmare) de Minas Gerais, Maria das Graças Marçal, afirmou que é preciso manter o debate em nível internacional, mas que também é necessário dar o devido apoio a projetos locais de desenvolvimento sustentável.
Ela destacou a atuação da Asmare na reciclagem de lixo em Belo Horizonte e a importância do trabalho comunitário: "Graças à Asmare, fui a primeira catadeira de papel a falar em uma reunião da ONU em Nova York, além de poder oferecer melhores condições de vida à minha família", relatou.

Fonte: AGÊNCIA CÂMARA


V

I

GREEN MEETING OF THE AMERICAS

-

Secretaria:

SCS, Qd. 4, Bloco A, Ed. Anápolis, 304

Cep. 70.304-910 - Brasília DF. - Brazil.

Site: www.greenmeeting.org

  
  

Publicado por em

Brenda

Brenda

15/07/2009 18:55:59
muito bom todos estao aprendendo

Barbara

Barbara

30/12/2008 10:22:11
Horrivel é escrever horrivel sem "H"!!

Dulce maria

Dulce maria

08/10/2008 21:22:42
orrivel...........................................