Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias será realizado em 25 localidades brasileiras

Em 18 de setembro, a Coca-Cola estará apoiando o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, que deverá contar com a participação de mais de 17 mil voluntários em 25 localidades brasileiras. Na edição de 2003, os cerca de 9.500 voluntários brasileiros coleta

  
  

Em 18 de setembro, a Coca-Cola estará apoiando o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, que deverá contar com a participação de mais de 17 mil voluntários em 25 localidades brasileiras. Na edição de 2003, os cerca de 9.500 voluntários brasileiros coletaram 75 toneladas de lixo nas praias, rios e lagoas.
·
O apoio da Coca-Cola ao Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias é parte do conjunto de ações que integram seu programa de coleta seletiva e reciclagem de lixo, o `Reciclou, Ganhou`.

A Coca-Cola, que há 12 anos apóia a realização do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias no Brasil, mais uma vez une forças aos mais de 17 mil voluntários que, no próximo sábado, 18 de setembro, estarão realizando a limpeza de praias, rios, lagos e lagoas de norte a sul do país.

Em parceria com seus fabricantes, a Coca-Cola participará do evento em 25 localidades, nos estados do Amazonas, Amapá, Paraíba, Pernambuco, Pará, Alagoas, Sergipe, Maranhão, Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, colaborando na limpeza de margens de rios, lagos, lagoas e praias.

Apenas no estado do Rio de Janeiro serão cerca de 7.700 voluntários mobilizados para a limpeza das praias. Além de coletar o lixo, classificar por itens, pesar e selecionar entre recicláveis e não-recicláveis, os voluntários distribuirão folhetos educativos para chamar atenção da população para a importância de manter limpas as praias, rios e lagoas, sacos plásticos para o lixo, luvas para a coleta, camisetas, lápis, canetas e réguas produzidas a partir de embalagens longa vida recicladas, entre outros materiais.

A Coca-Cola Brasil iniciou sua participação no Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias em 1993, doando camisetas feitas com fibras de plástico PET reciclado, luvas de borracha e sacos de lixo, e promovendo a participação voluntária dos funcionários do Sistema Coca-Cola. Desde então, a Coca-Cola Brasil sempre apoiou o evento, coordenado mundialmente, desde 1986, pela ONG americana The Ocean Conservancy.

No ano passado, o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, que acontece sempre no terceiro fim de semana do mês de setembro, envolveu a participação de cerca de 9,5 mil voluntários de empresas, universidades, escolas, associações de moradores e ONGs, entre outras instituições, que coletaram 75 toneladas de lixo em 680 quilômetros de praias, margens de rios, lagos e lagoas do Brasil. Em todo o mundo, cerca de 450 mil voluntários participaram da ação, recolhendo 3.4 mil toneladas de lixo em mais de 26 mil kilômetros de praias, margens de rios, lagos e lagoas.

`A área de gestão ambiental da Coca-Cola Brasil está em constante evolução, realizando e apoiando diversas iniciativas relacionadas diretamente à preservação do Meio Ambiente, a exemplo da mobilização para o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias. A dedicação dos funcionários no trabalho voluntário é um exemplo de conscientização ambiental e do quanto é importante mudar a postura em relação à presença de lixo nas nossas praias, rios e lagoas.

A nossa política ambiental visa contribuir efetivamente para, junto com a sociedade, ONGs, governos e outras empresas, conquistarmos resultados cada vez mais significativos`, afirma o diretor de Meio Ambiente da Coca-Cola, José Mauro de Moraes.

O apoio ao Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias está entre as iniciativas da Coca-Cola no programa de reciclagem `Reciclou Ganhou`, que envolve fabricantes em todo o Brasil. Criado em 1999, o `Reciclou Ganhou` é um programa `guarda-chuva` que integra os vários projetos de reciclagem do Sistema Coca-Cola em todo o país, alguns deles iniciados em 1996.

Reciclou, Ganhou

O programa `Reciclou, Ganhou` da Coca-Cola já promoveu a coleta e a reciclagem de cerca de 35 milhões de garrafas, ou quase duas mil toneladas de embalagens PET, e de 91 milhões de latinhas, equivalente a 1,5 mil toneladas de alumínio, totalizando 3,3 mil toneladas e quase 140 milhões de embalagens, entre longa vida, PET e latas de alumínio e de aço, desde que foi criado em 1996.

O `Reciclou, Ganhou`, que funciona a partir de parcerias da Coca-Cola, dos fabricantes e de mais de 4 mil instituições (cooperativas de catadores, escolas, associação de moradores e igrejas), é um dos principais responsáveis pela liderança do Brasil no ranking da reciclagem de materiais descartados após o consumo. O Brasil, hoje, recicla cerca de 90% das latas de alumínio colocadas no mercado, com a participação direta de mais de 500 mil catadores.

As parcerias do programa `Reciclou, Ganhou` com cooperativas de coleta seletiva e reciclagem têm inúmeros casos de sucesso, a exemplo da Rio-Coop, no Rio de Janeiro, que desde 2000 recebe o apoio da Coca-Cola e, nos últimos quatro anos, reciclou um total de 1,4 mil toneladas de materiais recicláveis.

Cooperativas como a Ecos do Verde, em Santo Ângelo (Rio Grande do Sul) e Oficina Verde Vida, em Chapecó (Santa Catarina), já estão coletando e reciclando até 10% do lixo urbano total.

Em 2003, apenas na sede da Coca-Cola Brasil no Rio de Janeiro, foram recolhidas 52 toneladas de material reciclável, o que resultou em receita de R$ 12 mil que foi destinada a programas de cunho social.

`O apoio da Coca-Cola, assim como de outras empresas e da população, é fundamental para atingir resultados como os da reciclagem de latas de alumínio, que colocam o Brasil na liderança mundial: o país recicla 89% das latas de alumínio.

O objetivo da Coca-Cola, como empresa-cidadã, é estimular e disseminar cada vez mais a prática da reciclagem do PET e de outros materiais para que esta seja incorporada definitivamente, não só pela sociedade civil, como também pela indústria e pelas autoridades governamentais.

Nesse contexto, o papel das cooperativas de coletores é essencial. Foi o trabalho incansável dos `catadores` que vemos pelas ruas que colocou nosso país na liderança do ranking da reciclagem.

É um trabalho digno que promove a reintegração dos indivíduos na sociedade, retirando-os da marginalidade e devolvendo-lhes a dignidade e a cidadania.`, afirma o diretor de Meio Ambiente da Coca-Cola Brasil, José Mauro de Moraes.

Outros programas de Meio Ambiente :

A Coca-Cola Brasil mantém ou apóia outros importantes programas na área de Meio Ambiente, com enormes reflexos no processo produtivo de suas fábricas e ajudando a criar uma mentalidade ambiental sadia.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Coca-Cola

  
  

Publicado por em

Isabela Costa

Isabela Costa

21/09/2008 18:25:19
Isso é um gesto de concientisação ao mesmo tempo, poruqe tipo, a praia é um lugar de lazer no qual nos deveriamos preservar como deveriamos preservar o mundo, então se o homem quer destruir até o seu próprio lazer, podemos dizer que o descontrolamento do homem em relação a ambição, dinheiro, poluíção eh tals, está em estado de alerta, pois o homem vem destruindo o mundo pelo seu bem estar, então se ele está destruindo o seu espaço, consideramos isso como uma loucura, e declaramos que o mundo está acabado.

Karina Costa

Karina Costa

19/09/2008 10:41:47
Acho uma linda iniciativa.Estudo tec.em meio ambiente.E vou participar esse ano!Adorei a idéia!