Jovens lançam programa de conscientização sobre questões socioambientais

Jovens de todo o Brasil poderão contribuir para a formação de uma sociedade voltada para o desenvolvimento auto-sustentável. Foi com esse objetivo que a organização jovem Interagir, em parceria com o Pnuma - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente

  
  

Jovens de todo o Brasil poderão contribuir para a formação de uma sociedade voltada para o desenvolvimento auto-sustentável. Foi com esse objetivo que a organização jovem Interagir, em parceria com o Pnuma - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e com os ministérios da Educação e do Meio Ambiente, lançou na segunda-feira (11/7) o projeto Geo Juvenil Brasil.

O Geo Brasil, primeiro programa da sociedade civil a propor uma ação ao programa do governo federal Juventude e Meio Ambiente, quer fortalecer e dar visibilidade a ações socioambientais que já estejam sendo desenvolvidas.

Segundo a representante do Pnuma, Bernadette Lange, esse programa `é uma preparação para a sustentabilidade a médio e longo prazo. É conscientizar a população e essencialmente o jovem, que estarão no poder e que serão tomadores de decisão a longo prazo, de que eles podem fazer a diferença em termos da sustentabilidade ambiental no Brasil`.

O projeto, além de estimular a juventude no debate de questões ambientais, pretende mobilizar 15 mil jovens nos próximos 18 meses para a discussão e apresentação de opiniões e impressões sobre preservação e conservação ambiental.

Para isso, o Geo Juvenil criou uma rede nacional, formada por 54 jovens, dois em cada estado e no Distrito Federal. Esses jovens são responsáveis pela mobilização de outros jovens e pela promoção de debates e palestras sobre meio ambiente.

`A proposta é mobilizar a juventude do Brasil. Nós faremos essa mobilização por meio dos jovens. Eles atuam como uma motivação do projeto. São eles que atuarão na base. O Brasil tem dimensões continentais. Seria impossível mobilizar a juventude brasileira, esses 15 mil jovens, sem essa estrutura, e esses jovens permitirão que isso aconteça`, explicou a coordenadora do programa, Camila Godinho.

O site do projeto também foi lançado na seguna-feira com a finalidade de aproximar os jovens de todo o Brasil no debate de questões sociambientais e para recolher impressões de cada um sobre o tema.

`A idéia é fazer com que os jovens possam deixar lá as suas impressões, poder debater, dialogar e ter acesso a uma formação continuada`, informou Érika Costa, outra coordenadora nacional do programa.

O programa pretende recolher mais de 4 mil depoimentos No ar há três meses, o site já recebeu mais de 100 mil acessos.

Ao final dos 18 meses, será lançado um livro, além de um CD, com uma análise sobre o meio ambiente e com todas as manifestações e experiências dos jovens participantes do projeto.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em