Projeto `Amigo do Campo` estimula a conscientização ambiental

O melhor amigo do campo é o agricultor. Foi com esse princípio que o Sindicato Rural de Uberaba criou o projeto `Amigo do Campo`, de conscientização ambiental dos trabalhadores. O lançamento aconteceu, na cidade do Triângulo Mineiro, na segunda-feira

  
  

O melhor amigo do campo é o agricultor. Foi com esse princípio que o Sindicato Rural de Uberaba criou o projeto `Amigo do Campo`, de conscientização ambiental dos trabalhadores.

O lançamento aconteceu, na cidade do Triângulo Mineiro, na segunda-feira ,20 de fevereiro. `O homem do campo dorme e acorda com a natureza, é o mais interessado em preservar`, afirma o presidente do Sindicato, Rivaldo Machado Borges.

A cultura de conservação do ambiente em todos o sentidos, desde a preservação dos mananciais até a coleta seletiva, será estimulada por meio de cartilhas e da discussão na sala de aula. Também serão instaladas lixeiras para a separação do material reciclável nas escolas. O material será recolhido pela prefeitura e a renda será utilizada na compra de material escolar.

A parceria com o Sebrae, a Secretaria de Educação do Município e quatro empresas privadas reuniu os recursos da ordem de R$ 110 mil para a campanha, que atingirá as 13 escolas rurais e 1,2 mil crianças de Uberaba.

`Queríamos trazer essa concientização para a sala de aula porque é uma formação que nós não tivemos e as próximas gerações precisam ter`, diz Borges.

Foi criado um mascote, batizado com o nome de uma fruta típica do cerrado. O `Zé Gabiroba` terá gibi, camiseta e boné. Durante os seis meses de implantação também serão instalados out doors nas estradas vicinais do município para conscientizar o restante das famílias.

`Futuramente queremos instalar locais de coleta nos entroncamentos das estradas para que as famílias rurais tenham seu lixo recolhido`, explica o presidente do Sindicato Rural.

A iniciativa faz parte do projeto de estruturação da horticultura realizado pelo Sebrae em parceria com o Sindicato Rural de Uberaba. O objetivo é organizar as comunidades e fortalecer associações para garantir a produção e comercialização dos produtos com tecnologias adequadas e respeito ao meio ambiente.

`É uma forma de gerar ocupação nas pequenas comunidades rurais`, afirma a técnica do Sebrae na região Andréa Lima.

São cerca de três mil famílias em 13 comunidades. `Antes a produção não era ordenada e orientada para a venda. Com o projeto fizemos sondangens sobre o que teria mais aceitação no mercado e aplicamos as tecnologias apropriadas`, explica Andréa.

Fonte: Sebrae

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em

Helia cardoso

Helia cardoso

03/10/2011 16:11:50
Projeto brilhante...o homem do campo são as pessoas que mais tem contato com o meio ambiente, e eles precisam ser orientados mais sobre o assunto.

Prof. Antão Brito.Pernambuco

Prof. Antão Brito.Pernambuco

15/12/2008 18:53:47
Excelente iniciativa.

Apartir do agricultor e ou pecuarista, sitiante ou trabalhador rural, implanta-se e dissemina-se a cultura do CULTIVAR a Terra e seu ecosistema de forma construtiva, respeitando a natureza e tudo que tenha vida.